Crédito: Divulgação

MÚSICA

Tom Jobim – Bossa nova e música orquestrada. O casamento desses estilos musicais será o tema de uma série de concertos da Orquestra Ouro Preto e de Fernanda Takai. Com regência do maestro Rodrigo Toffolo, regente titular e diretor artístico da Orquestra Ouro Preto, o espetáculo batizado de “O Tom da Takai”, revive clássicos do maestro soberano Tom Jobim, um dos criadores da bossa nova.

Quando: 28 de junho (20h30)
Quanto: entrada gratuita
Onde: Praça Bernardino Lima (Nova Lima)

Piano – A Filarmônica de Minas Gerais une-se ao regente convidado, o mexicano Enrique Arturo Diemecke e ao pianista brasileiro Jean-Louis Steuerman na interpretação do vivaz Concerto para piano nº 1 em sol menor, op. 25, de Mendelssohn e da recente Fantasia Tarumã, do compositor carioca Ripper. e a Sinfonia nº 2 em si menor, de Borodin.

Quando: 28 de junho (20h30)
Quanto: R$ 46 (Coro), R$ 52 (Balcão Palco), R$ 52 (Mezanino), R$ 70 (Balcão Lateral), R$ 96 (Plateia Central), R$ 120 (Balcão Principal), Camarote par (R$ 140) – meia-entrada para estudantes, maiores de 60 anos, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência
Onde: Sala Minas Gerais (rua Tenente Brito Melo, 1.090, Barro Preto)

MPB – Vanessa da Mata apresenta a turnê “Quando Deixamos Nossos Beijos Na Esquina”, seu sétimo álbum de estúdio e o mais autoral de todos. Vanessa se aventurou pela primeira vez como produtora musical, propondo arranjos diretamente aos músicos, criando a dinâmica sonora do álbum como captação de voz, mixagem, acentuando ou reduzindo as intenções dos instrumentos em função de cada canção.

Quando: 28 de junho (21h)
Quanto: Plateia I – R$ 160,00 inteira / R$ 80,00 meia; Plateia II – R$ 140,00 inteira / R$ 70,00 meia; e Plateia Superior – R$ 120,00 inteira / R$ 60,00 meia
Onde: Grande Teatro do Palácio das Artes (avenida Afonso Pena, 1.537, Centro)

CINEMA

Almodóvar – Reunindo 19 obras do diretor espanhol, a Mostra Almodóvar se dedica aos melodramas e comédias, com temas como homossexualidade, transexualidade, prostituição, sexo, terrorismo e corrupção. A seleção de Pedro Almodóvar inclui seus melhores filmes como “A Pele Que Habito” (2011), “Carne Trêmula” (1997). “Mulheres à Beira de Um Ataque de Nervos” (1988), “Volver” (2006) e “Tudo Sobre Minha Mãe” (1999).

Quando: até 18 de julho
Quanto: ingressos gratuitos com retirada 1 hora antes de cada sessão
Onde: Cine Humberto Mauro (avenida Afonso Pena 1.537, Centro)

ARTES PLÁSTICAS

Pintura – A obra “Sombreiros”, da artista plástica e desenhista Iara Abreu, faz parte da série “Cidade, geometria e cores”, do projeto “Aspectos Urbanos” e combina geometria, paisagem, o cotidiano, a efervescência das ruas e elementos arquitetônicos.

Quando: junho e julho
Quanto: gratuito
Onde: Templuz Iluminação (avenida Nossa Senhora do Carmo, 1.150, Sion)

Gravura – O universo místico e misterioso que reside na mente humana é o fio condutor da exposição “Devaneios: Imagens do Fantástico”, que reúne 32 gravuras de nomes importantes como Salvador Dalí, Marcelo Grassmann, Gilvan Samico, Octávio Araújo e Erik Desmazières. Com curadoria assinada por Lucia Palhano, Paulo Rocha e Thyer Machado, a mostra propõe um passeio entre realidade e invenção.

Quando: até 6 de julho (segunda a sexta, das 10h às 19h, e aos sábados, das 10h às 14h.)
Quanto: entrada franca
Onde: cAsA – Obras Sobre Papel (avenida Brasil, 75 – Santa Efigênia)

Pintura – A exposição “Tudo é eco no universo”, do artista plástico Augusto Fonseca, reúne 11 obras, sendo 10 aquarelas e uma obra com técnica mista de desenho e aquarela, e um objeto. Os desenhos e pinturas que integram a exposição têm uma veia anatômica, dissecando o corpo físico humano para uma viagem posterior para o mundo mental do homem. Plantas, bulbos e flores também compõem esses corpos.

Quando: até 21 de julho
Quanto: entrada gratuita
Onde: Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura (Praça da Liberdade, 10, Funcionários)