COTAÇÃO DE 26/07/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,1740

VENDA: R$5,1740

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1630

VENDA: R$5,3400

EURO

COMPRA: R$6,1233

VENDA: R$6,1261

OURO NY

U$1.797,46

OURO BM&F (g)

R$299,92 (g)

BOVESPA

+0,76

POUPANÇA

0,2446%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

DC Mais
Magnum Lamounier, da Multimarcas Consórcios, Wagner Mattos, da Loja Elétrica, Leonardo Antunes, do Banco Mercantil, Marcelo de Souza, Romero Zema, da Eletrozema, e Rafael Rocha, presidente da CDL Jovem - Crédito: Alessandro Carvalho

Empresas que são referência no mercado e modelo para os demais empresários de Belo Horizonte foram homenageadas pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH) na última quinta-feira, durante evento na sede da entidade. A homenagem, que faz parte das comemorações do Dia do Comerciante, celebrado no dia 16 de julho, agraciou nove empresas, uma em cada regional da capital. As empresas homenageadas foram: Cristiano Casa e Construção, Carbel S/A, Luciana Móveis, Enxovais Sonho Perfeito, Distribuidora Triângulo, Frigorífico Uberaba, Happy Dog, Van Gogh Papelaria e Decker Modas.

Também foram homenageadas, como Referência Empresarial 2019, as empresas Multimarcas, Eletrozema e Loja Elétrica, além do Banco Mercantil do Brasil. Pelo profissionalismo e excelência nos serviços prestados à sociedade foram homenageados o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil. O Mercado Central foi agraciado pela celebração dos seus 90 anos e pela relevância em se tornar um dos melhores mercados do mundo. Antes da entrega das placas aos homenageados, os convidados assistiram a uma palestra da economista Rita Mundim com o tema “Cenário econômico atual”.

PUBLICIDADE

Para o presidente da CDLBH, Marcelo de Souza e Silva, o comerciante exerce uma atividade vital para a sociedade e está presente em todos os momentos da humanidade.

“O comércio da nossa cidade é o espelho da modernidade. Por isso comemoramos o Dia do Comerciante, em 16 de julho”, afirmou.

Segundo Souza e Silva mais do que uma vocação natural da Capital, o comércio e a área de serviços formam, juntos, o segmento produtivo que mais emprega e mais dá dinâmica econômica ao desenvolvimento da cidade.

“E o bom desempenho desse setor só é possível devido à atuação do comerciante, que em todos os tempos enfrenta diversos desafios para exercer suas atividades e manter as portas de seus estabelecimentos abertas”, completou.

Coronel PM Rodrigo Sousa Rodrigues, Marcelo de Souza, Coronel Edgard Estevo da Silva, e Geraldo Henrique Campos, presidente Mercado Central – Crédito: Alessandro Carvalho
Marcelo de Souza, Felipe Pessoa Leal ,diretor da Carbel, e Marcos Innecco, vice-presidente da CDL-BH – Crédito: Alessandro Carvalho
Marcelo de Souza, Florisvaldo Assis, do Frigorífico Uberaba, e Vilson Mayrink, presidente da Fundação CDL – Crédito: Alessandro Carvalho
Marcelo de Souza e Luiz Carlos Costa, presidente do Diário do Comércio
Marcelo de Souza e vice-prefeito de Belo Horizonte, Paulo Lamac – Crédito: Alessandro Carvalho
Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!