COTAÇÃO DE 26/07/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,1740

VENDA: R$5,1740

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1630

VENDA: R$5,3400

EURO

COMPRA: R$6,1233

VENDA: R$6,1261

OURO NY

U$1.797,46

OURO BM&F (g)

R$299,92 (g)

BOVESPA

+0,76

POUPANÇA

0,2446%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

DC Mais
Crédito: Freepik

A corrente solidária desenvolvida por empresas do setor privado vem mobilizando o País e fortalecendo os hábitos de solidariedade e generosidade como parte do cotidiano destas instituições. Segundo dados da Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR) – que através do Monitor das Doações da Covid-19 sistematiza e atualiza diariamente os valores divulgados publicamente por empresas, fundações e indivíduos de todo o País –, já foram arrecadados mais de R$ 6 bilhões em doações.

Os resultados dessas ações têm impacto direto na retomada do crescimento econômico, na manutenção da renda familiar, no bem-estar e na saúde dos brasileiros.

PUBLICIDADE

Mesmo cientes dos impactos da crise em seus negócios, empresários de todo o Brasil adotam iniciativas de combate à propagação da Covid-19 e de amparo estrutural e financeiro a ONGs, coletivos e a diversos projetos sociais. Esse é o caso da empresa Atacadão das Tintas, que há 25 anos atua no comércio varejista de tintas e materiais para pintura em Belo Horizonte. A empresa decidiu exercer sua solidariedade de maneira criativa, apoiando a ONG Ceduc Virgilio Resi na renovação do seu espaço de convivência.

A ação, que consistirá na pintura da sede da ONG, será realizada no próximo sábado, a partir das 9 horas, e contará com membros de ambas as instituições. A reforma beneficiará cerca de 500 jovens assistidos pelo programa de aprendizagem profissional, que busca formar jovens para o mercado de trabalho a partir de uma formação profissional e humana e experiências sociais e culturais.

Impacto – Além de benefícios estruturais e estéticos, a renovação do espaço exercerá impacto direto nas relações afetivas, de aprendizagem e no vínculo dos estudantes com a instituição, como aponta a assistente social e diretora do Cecud Virgilio Resi, Elenice de Oliveira Matos “A maioria dos nossos jovens vem de regiões periféricas e muitos deles encontram-se em situação de alta vulnerabilidade social. Portanto, pode parecer apenas tinta nas paredes, mas para nossos jovens, será um convite à criatividade, um sinal de acolhimento e uma calorosa recepção de boas-vindas”, ressaltou..

De projetos para a erradicação do trabalho infantil no Norte de Minas à formação profissionalizante de mais de 10 mil jovens, o Ceduc Virgilio Resi trava uma batalha constante em prol do desenvolvimento humano e da sustentabilidade de comunidades e indivíduos.

A instituição foi criada em 2005 e é referência em educação para o trabalho, promovendo o desenvolvimento humano e transformando os sonhos de adolescentes, jovens e adultos em possibilidades de vida. Com seu Programa Jovem Aprendiz, jovens da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) são capacitados a partir das demandas do mercado e recebem uma formação integrada a experiências sociais e culturais.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!