COTAÇÃO DE 05/03/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6825

VENDA: R$5,6835

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6670

VENDA: R$5,8430

EURO

COMPRA: R$6,7719

VENDA: R$6,7732

OURO NY

U$1.698,69

OURO BM&F (g)

R$310,22 (g)

BOVESPA

+2,23

POUPANÇA

0,1159%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

DC Mais

Começa nesta quinta-feira festival de quadrinhos e animação

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Crédito: Natalia e Junior Sapo lendário / Ilustração Autoral

A Secretaria Municipal de Cultura e a Fundação Municipal de Cultura realizam, a partir de amanhã e até 3 de julho, o festival on-line “FIQ Em Casa”. A ação foi estruturada para a difusão de conteúdos relacionados aos quadrinhos e à animação no contexto de combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), com uma programação feita pelos artistas de suas próprias casas, seguindo os protocolos de saúde vigentes em Belo Horizonte.

As transmissões ocorrerão pelo canal da Fundação Municipal de Cultura no YouTube e também pelas redes sociais do FIQ: Instagram; Facebook; e Twitter.

PUBLICIDADE

Nesta edição especial do FIQ, diferentes tipos de atividades foram planejadas para ser ofertadas à população, como lives com quadrinistas e animadores, em conversas sobre técnicas artísticas e de produção; entrevistas com pesquisadores, editores e produtores de conteúdo sobre as perspectivas do mercado; e a exibição de vídeos, nos quais os quadrinistas irão mostrar seu local de trabalho, rotina, material artístico e processo criativo em casa.

Também merecem destaque a atração #FIQemCasaDesenhando, que convidará artistas e o público a mostrar desenhos produzidos durante o período de isolamento e distanciamento social, e o compartilhamento de materiais de quadrinhos on-line gratuitos ao público durante o período do Festival. Vale ressaltar, ainda, que os áudios das atividades apresentadas ao vivo serão disponibilizados também no formato de podcasts, por meio deste site.

A secretária municipal de Cultura e presidenta interina da Fundação Municipal de Cultura, Fabíola Moulin, ressalta a importância do fomento à produção de quadrinhos e animação.

“O Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte é uma referência nacional, reconhecido pelos artistas que se dedicam aos quadrinhos e à animação, e temos o compromisso de fomentar essa produção transversal, que conjuga artes visuais e literatura. Esperamos que o FIQ Em Casa, planejado com todo o cuidado e seguindo os protocolos de saúde da Prefeitura de Belo Horizonte, possa ser aproveitado pelo maior número de pessoas possível, sejam admiradores antigos ou novos, para descobrir a arte dos quadrinhos”, avalia.

Todas as conversas e entrevistas realizadas nas lives contarão com intérpretes de libras e serão mediadas pela equipe do FIQ, viabilizando, desse modo, uma maior acessibilidade e interação do público com os convidados.

Os participantes estão sendo orientados remotamente pela produção do festival, com as medidas necessárias contra o contágio do coronavírus e a formatação de cada apresentação conforme as exigências sanitárias de prevenção à pandemia. Além disso, em todas as apresentações do FIQ em Casa serão veiculadas mensagens de conscientização ao público, visando a ampliar o combate ao Covid-19 em Belo Horizonte.

Programação – Com o objetivo de produzir conteúdos relacionados às atividades do Festival Internacional de Quadrinhos, o “FIQ Em Casa” trará grande contribuição para a difusão de conhecimentos relacionados à nona arte e à animação, além de divulgar o trabalho de quadrinistas e animadores mineiros e de profissionais de outros estados do Brasil.

Ao longo de cerca de 30 dias, o evento apresentará ao público uma diversidade de temas que inclui, por exemplo, perspectivas do mercado editorial, como trabalhar em equipe com criação coletiva, a produção em quadrinhos nos tempos de quarentena, produção de quadrinhos de humor em tempos difíceis, um panorama da animação em Minas Gerais, ensinamentos de quadrinhos e animação, entre outros.

Serão 12 lives de 60 minutos de conversas/entrevistas com profissionais das áreas de Quadrinhos e Animação, transmitidas no Youtube da Fundação Municipal de Cultura e no Facebook do FIQ; 12 podcasts dos áudios destas lives, com o compartilhamento de um link para download pelas redes sociais do FIQ; oito vídeos exibidos no Instagram do FIQ; diversos trabalhos de artistas disponibilizados gratuitamente nas redes do Festival, além dos inúmeros desenhos produzidos com o uso da hashtag do evento, #FIQemCasaDesenhando.

Os artistas contratados para realizarem a curadoria da 11ª edição do Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte (FIQ 2020), que estava programada para ocorrer em maio e precisou ser suspensa em razão da pandemia do Covid-19 e da necessidade de isolamento e distanciamento social, estarão presentes na programação do “FIQ Em Casa”, como o quadrinista, designer gráfico e ilustrador, Vitor Caffagi; a mestre em história e pesquisadora de história em quadrinhos, Aline Lemos; e o comunicólogo, produtor, diretor e roteirista, Erick Ricco. (As informações são da PBH)

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente