COTAÇÃO DE 07/12/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6180

VENDA: R$5,6180

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6500

VENDA: R$5,7830

EURO

COMPRA: R$6,3427

VENDA: R$6,3451

OURO NY

U$1.784,35

OURO BM&F (g)

R$323,23 (g)

BOVESPA

+0,65

POUPANÇA

0,5154%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

DC Mais

Concerto homenageia Astor Piazzolla

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação

“Centenário de Piazzolla”, em homenagem ao compositor argentino Astor Piazzolla, é o tema do concerto da Orquestra de Câmara Sesiminas, que será realizado hoje, às 20h30, em sua segunda apresentação com presença de público desde o começo da pandemia da Covid-19. Parte do projeto Sesi Cultura, o recital abrirá o Teatro Sesiminas (rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia) para um público de 324 pessoas, 50% da lotação.

Felipe Magalhães, regente da orquestra, aponta que a intenção, com o concerto, é tentar passar o sentimento de Piazzolla, que completaria 100 anos neste 2021. Na avaliação do maestro, a importância de Piazzolla está, especialmente, na fusão que seu trabalho faz de uma vertente musical tradicional, que é o tango, similar ao samba para o Brasil, com uma tendência mais popular da música argentina.

PUBLICIDADE

O programa da apresentação da Orquestra de Câmara Sesiminas incluirá as “Cuatro Estaciones Porteñas”, de Piazzolla, que, segundo Magalhães, é uma obra muito bonita, com quatro movimentos, que vão da primavera, ao verão, outono e inverno. Do mesmo compositor, será apresentada “La Muerte del Angel”.

Dois outros compositores que, detalha o regente, dialogam com Piazzolla, poderão ser apreciados no espetáculo. Um deles será o brasileiro Heitor Villa-Lobos, com a interpretação de sua peça “Mandú-Çarará”, poema sinfônico arranjado pelo músico mineiro Vagner Tiso. Do também argentino Alberto Ginacera, professor de Piazzolla e considerado um dos maiores compositores eruditos da argentina, será apresentada “La Danza de la Moza Donosa”

Samba e tango – A inclusão de Villa-Lobos, explica o maestro, deve-se ao fato de o brasileiro ter feito no Brasil algo semelhante ao que Piazzolla fez na Argentina. Por aqui, Villa-Lobos misturou a popularidade do samba à sua formação e conhecimento eruditos. O concerto da Orquestra Sesiminas terá como convidado o pianista mineiro Robério Molinari.

“É um prazer voltar a apresentar para o público. A gente gostaria muito de contar com a presença das pessoas. Tenho certeza de que vão gostar. É um programa muito bonito e vai ser um concerto incrível para quem estiver presente. Afinal, a experiência sonora e visual de apreciar a apresentação de uma orquestra presencialmente é muito especial”, pondera Magalhães, ao lembrar que o mesmo concerto já foi apresentado de maneira virtual e está disponível no canal do YouTube da Orquestra Sesiminas.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!