COTAÇÃO DE 20/05/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,8730

VENDA: R$4,8740

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$4,9500

VENDA: R$5,0570

EURO

COMPRA: R$5,1492

VENDA: R$5,1504

OURO NY

U$1.846,53

OURO BM&F (g)

R$288,58 (g)

BOVESPA

+1,39

POUPANÇA

0,6441%

OFERECIMENTO

DC Mais

CURTAS DC MAIS | 12/05

COMPARTILHE

Crédito: Freepik

Recuperação de acervo artístico

A Secretaria de Estado de Cultura irá recuperar acervo de 24 obras que pertencem ao Patrimônio do Estado de Minas Gerais que estavam com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). São 24 trabalhos de artistas mineiros, entre quadros e esculturas que chegaram ontem no Aeroporto Carlos Prates, em Belo Horizonte. Essas obras estavam em Brasília sob responsabilidade da Infraero e a devolução foi solicitada pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) por meio de um termo de cessão, assinado pelos dois órgãos. Uma equipe do Núcleo de Gestão de Acervos da Diretoria de Museus fará a checagem do inventário durante a devolução. Em seguida, em 2023, um novo termo, dessa vez de doação, será feito e as obras ficarão definitivamente sob a guarda do Iepha. Entre o acervo há obras de artistas como Nelio Nunno, Chanina, Bracher e Sara Ávila. Todo o acervo será levado pra o Arquivo Público Mineiro.

Bienal Mineira do Livro

A partir de amanhã e até o próximo dia 22, será realizada a Bienal Mineira do Livro no BH Shopping, com mais de 160 horas de programação diversa e com muitas atrações especiais. A expectativa da organização, do maior evento literário em Minas Gerais, é atrair 150 mil visitantes. Serão 60 editoras com dezenas de autores e milhares de livros. A iniciativa é realizada pela Câmara Mineira do Livro e pelo Grupo Asas e conta com o apoio institucional da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult). A segmentação da programação por interesse em 11 eixos temáticos, com uma estação vivencial, é inédita e envolve a participação de reconhecidas entidades: Fundação Dom Cabral, Academia Mineira de Letras, Instituto Pró-Livro, Instituto Fernando Sabino, Biblioteca Pública do Estado de Minas Gerais, Rede Longevidade, Fundação Hospital de Olhos, Sinepe/MG e Fundação Municipal de Cultura, entre outras.

Filmes sobre saúde mental

PUBLICIDADE




O Centro Cultural UFMG realiza a terceira edição do CineCentro Convida, projeto voltado para a realização de mostras idealizadas por curadores convidados. O objetivo é dar acesso a uma seleção de filmes que vão além do óbvio, permitindo novos olhares e proporcionando ao público uma programação mais diversa e plural. A curadoria de maio foi idealizada por Fábio Roberto Rodrigues Belo, professor do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Minas Gerais, que escolheu seis filmes representativos que abordam a saúde mental, disponíveis em plataformas de streaming no Brasil. O objetivo da mostra é múltiplo, como apresentar alguns aspectos da saúde mental, retratar a história dos manicômios no Brasil e demonstrar algumas representações do sofrimento psíquico – aqueles que sofrem e também aqueles que tratam – no cinema. A programação começa hoje. A atividade integra a “10ª Semana de Saúde Mental e Inclusão Social da UFMG”.

Exposição Prix Photo

A 10ª edição do concurso de fotografia “Prix Photo Aliança Francesa”, realizado em 2021, foi um sucesso, com 680 fotógrafos inscritos e muitas obras incríveis. Agora o público tem a oportunidade de conhecer dois dos cinco artistas selecionados em uma mostra especial com suas obras. A Aliança Francesa apresenta a exposição Prix Photo a partir de hoje e até 12 de maio e 12 de junho no Centro Cultural Unimed-BH Minas. A entrada é gratuita.  A mostra conta com 20 obras dos artistas José Roberto Bassul (Brasília, DF), vencedor do Prix Photo com a série “O sol só vem depois” e Luiz Baltar (Rio de Janeiro, RJ), com a série “Anomia / Urbs_ opsis”, que ganhou menção honrosa do júri oficial. Os fotógrafos foram selecionados por um júri composto por grandes profissionais da fotografia e da cultura, como Benoit Capponi, Erika Negrel, Erika Tambke, Eugênio Sávio, João Kúlcsar, Marina Alves, Nicolas Henry.

Plataforma Transfer English

No Brasil, 95% da população não falam inglês. Entre os motivos está a dificuldade de muitas pessoas com as metodologias tradicionalmente utilizadas para o ensino da língua. Desenvolvida com a missão de tornar o aprendizado do inglês mais acessível e com resultados rápidos e eficientes, a plataforma Transfer English oferece uma metodologia inovadora, por meio da transferência linguística, que permite ao aluno conquistar um nível operacional até dez vezes mais rápido, comparado aos modelos mais tradicionais. Com a expectativa de faturar 40 milhões em 2022, a plataforma “tipo Netflix” já conta com mais de 10 mil alunos, em mais de 30 países ao redor do mundo, número que vem escalando rapidamente mês a mês. Mais informações em https://transferenglish.com.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!