Cinema Falado

O projeto Cinema Falado, que traz mensalmente filmes brasileiros para serem exibidos e comentados por especialistas e críticos de cinema no MIS Cine Santa Tereza, apresenta hoje, às 19 horas, na Sala Geraldo Veloso, o longa “A hora da estrela” (1985), de Suzana Amaral.

O filme é uma adaptação da obra homônima da escritora Clarice Lispector, narrando a parte final da vida de Macabéa, uma moça nordestina, órfã, trabalhando como datilógrafa em São Paulo. Incapaz de enxergar a maldade, ela compõe uma figura alienada para quem tudo parece natural.

Para o namorado, que é mais um amigo, ela declara, em certo momento, que o que mais queria é ser artista de cinema. A antropóloga, escritora e estudiosa da condição da mulher, Dalva Maria Soares, comentará o filme. A entrada é gratuita. O endereço é Praça Duque de Caxias, na Santa Tereza.

SME cancela eventos

A Sociedade Mineira de Engenheiros (SME) decidiu cancelar, por tempo indeterminado, todos os eventos que seriam realizados em sua sede, inclusive os três programados para esta semana.

A medida é em cumprimento à orientação das autoridades da área de saúde de suspensão de eventos que possam resultar na aglomeração de pessoas. Na nota, a SME manifesta sua expectativa de que “confiante na conduta serena, porém firme, dos cidadãos, bem como na ação efetiva das autoridades de saúde, possa o país, em breve, retornar à normalidade”.

Os eventos programados para esta semana seriam sobre o “Plano Estratégico Minas Gerais-Espírito Santo”, “A engenharia na gestão de enchentes” e “Economia circular”.

Fechamento do Inhotim

Em vista do contexto de escalada do Covid-19 no Brasil, o Instituto Inhotim decidiu suspender todo o seu funcionamento a partir de amanhã. Essa medida inclui o fechamento do museu e o adiamento da visitação de grupos escolares.

Os eventos do Inhotim em Cena, a programação cultural 2020 do Inhotim, também estão suspensos. “Como equipamento cultural internacional, que recebe diariamente visitantes de todas as partes do país e do mundo, agimos assim com solidariedade na contenção da pandemia. Estamos acompanhando as resoluções tomadas pelos órgãos oficiais de saúde e reavaliando a situação diariamente para reabertura do Inhotim. Seguiremos informando nosso público pelas nossas redes”, informa o instituto.

Programação suspensa

Tendo em vista os recentes desdobramentos da disseminação de Covid-19, o coronavírus, no Brasil, a Academia Mineira de Letras informa que, por medida de segurança e prevenção, a programação de março será adiada, bem como o tradicional chá dos acadêmicos, que seria realizado na próxima quinta-feira.

A recomendação vem da Organização Mundial de Saúde e a segurança de seus membros, fornecedores, convidados e público é prioridade absoluta para a instituição. As palestras “A poesia esquecida de Beatriz Brandão”, com Cláudia Pereira; “Minha experiência como reitor da Unilab”, com Tomaz Aroldo da Mota Santos; e “O sonho é surreal?”, com Márcia Arbex-Enrico e Lúcia Grossi; e a oficina de SLAM, com artista belga Mochélan; que estavam programadas para este mês serão revistas e remarcadas posteriormente, conforme disponibilidade dos palestrantes.

Exposição adiada

A exposição “Beira Mundo – O que se vê além dos olhos”, da fotógrafa mineira Juliana Lima, que aconteceria entre os próximos dias 18 e 22, dentro do “Festival Foto em Pauta”, em Tiradentes, será adiada como forma de prevenção, em consequência do novo coronavírus (Covid-19) e seus desdobramentos no Brasil.

A mostra, que reúne 18 obras fotográficas exclusivas com o objetivo de criar uma reflexão sobre como o ser humano enxerga o mundo em que vive, e como se posiciona e expressa, será remarcada posteriormente, quando for seguro para as pessoas.