Crédito: Freepik

Lugar das humanidades

O Laboratório Transdisciplinar: Família, Parentalidade e Parcerias Sintomáticas (Labtrans/UFMG) está promovendo uma série de cinco encontros com a temática “A biopolítica: o novo normal e as (des)humanidades”. O primeiro encontro será transmitido pelo YouTube amanhã, às 10h30 com o tema “Sem fins lucrativos: o lugar das humanidades no contexto atual”.

A conferência ficará a cargo do convidado internacional Fabian Fajnwaks (Associação Mundial de Psicanálise-ECF/Université Paris 8). Também participarão como debatedores os professores do Departamento de Psicologia da UFMG. Antônio Teixeira e Márcia Rosa, que também é coordenadora geral do evento. A coordenação da mesa ficará a cargo de Luciano Pachêco (Fump-UFMG). Este e todos os eventos serão gratuitos e com transmissão ao vivo no canal do YouTube. Para aqueles que não puderem assistir no sábado, o vídeo ficará disponível no canal. Mais informações podem ser obtidas no site do laboratório.

“Cinema e Psicanálise”

A Fundação Clóvis Salgado retoma, por meio do Cine Humberto Mauro, a aclamada mostra “Cinema e Psicanálise”, parceria entre a FCS e a Escola Brasileira de Psicanálise. O filme escolhido para inaugurar as sessões, hoje, às 17 horas, é “O Gabinete do Dr. Caligar” (1920). A exibição do longa foi adaptada ao formato on-line e será transmitida ao vivo no Canal da FCS no Youtube, seguida de comentários de Musso Greco, psiquiatra e psicanalista membro da Escola Brasileira de Psicanálise (EBP )e da Associação Mundial de Psicanálise (AMP), com mediação da psicanalista Lúcia Grossi.

A transmissão do longa “O Gabinete do Dr. Caligari”, do diretor Robert Wiene, inaugura a temática da mostra on-line “Expressionismo Alemão”, que tem estreia marcada para o dia 7 de agosto de 2020 e reunirá 13 longas-metragens de um dos movimentos cinematográficos mais influentes da história das artes.

Cineart Drive-in

Quem estreia no telão do Cineart Drive-in Mix Garden é “Um Lugar Silencioso”. Em uma fazenda dos Estados Unidos, uma família do meio-oeste é perseguida por uma entidade assustadora. Para se protegerem, eles devem permanecer em silêncio absoluto, a qualquer custo, pois o perigo é ativado pela percepção do som. Haverá exibições: amanhã, às 23h30 e na próxima quarta-feira, às 21h10.

Outra novidade é um fusca amarelo bem especial que vai passar no Drive-in do Mix Garden. No ano de 1987, “Bumblebee” encontra refúgio em um ferro-velho de uma pequena cidade praiana da Califórnia. Charlie (Hailee Steinfeld), prestes a fazer 18 anos e buscando seu lugar no mundo, encontra Bumblebee machucado e sem condições de uso. Quando o revive, Charlie logo percebe que este não é qualquer fusca amarelo. Haverá duas exibições: hoje, às 19:30 e na próxima quarta-feira, às 18:30.

“O que meus olhos veem”

Hoje é o último dia para conferir a exposição virtual “O que meus olhos veem” (Ce que mês yeux voient) no Festival Liberté da Aliança Francesa. A exposição é resultado do concurso fotográfico realizado em maio, com o objetivo de estimular a criatividade e a interação virtual das pessoas em isolamento social devido à pandemia do Covid-19.

Foram selecionadas cinco fotografias em cada uma das três categorias do concurso: ‘’Objetos do cotidiano’’, ‘’Paisagem da Janela’’ e ‘’Retratos Íntimos’’. A exposição mostra os registros do cotidiano dos participantes, expressando sentimentos e visões das situações a partir da vivência dentro de casa. O acesso é feito pelo link.

Fábrica de animações

O Studio Ghibli completou 35 anos em 2020. Essa fábrica de animações produziu longas que se destacaram pelos desenhos, qualidade e enredos que vão contra ao estereótipo de infantilização das animações. A ideia que nasceu do trio de japoneses Hayao Miyazaki, Isao Takahata e Toshio Suzuki se tornou sucesso de bilheterias. O “Cinematógrafo” traz a entrevista do professor da UFMG Daniel Werneck que fala sobre o trabalho desses japoneses que conquistaram uma plateia fiel em todo o mundo.

O programa vai ao ar hoje, às 20h30, pela Rede Minas. O jornalista Fernando Tibúrcio, que apresenta programa, traz também a crítica de “A Viagem de Chihiro”, de Hayao Miyazaki, no quadro “Ponto de vista”. O público também pode acompanhar a atração pela internet, no mesmo horário, no site da emissora.