Crédito: DOUGLAS MAGNO-DIVULGAÇÃO

Com milhares de fãs pelo Brasil, a comunicadora Maíra Lemos deixou as telas da TV para ganhar o Youtube, onde já acumula cerca de 70 mil inscritos. Depois de uma breve pausa, devido à maternidade e isolamento social, seu canal tem reestreia marcada para hoje, com um novo formato, conteúdos inéditos e gravações realizadas inteiramente em sua casa. O acesso é youtube.com/c/MaíraLemos.

Os vídeos chegam com um claro objetivo: dar voz a pessoas e causas, levando o público a pensar, ampliar o olhar e inspirar a ação, sempre com leveza e com boas histórias, já características de Maíra Lemos. Dois vídeos curtos por semana vão agregar ao entretenimento de quem está em casa.

“A vida inteira eu entrevistei pessoas de todo tipo e contei suas histórias. Agora, chegou a hora de contar um pouco mais da minha, das minhas vivências e aprendizados. Eu sinto que este novo trabalho é como mudar de fase na vida. É passar conhecimento adquirido adiante, uma grande realização”, ressalta Maíra.

Dois quadros integram o novo formato do canal. O primeiro deles é o “Diversão”. Em um cenário mais descontraído, como uma mesa de bar, o público poderá conferir conteúdos de entretenimento. Maíra dá voz às curiosidades do dia-a-dia e bastidores de sua carreira jornalística, de forma leve, autêntica e engraçada. Tudo com uma pitada de sensibilidade, marca forte da youtuber.

Quem estava com saudade de suas abordagens esportivas, sempre com bom-humor, vai gostar de receber as notificações de vídeo novo. Entre os primeiros conteúdos desse novo quadro, que entra na programação às quintas, a comunicadora conta a história do dia em que vestiu a camisa do grande astro do futebol Lionel Messi.

O segundo quadro é o “Reflexão”, que traz conteúdos inspiracionais. Com positividade, a youtuber divide aprendizados e provoca reflexões, com falas simples e empáticas. Maíra fala de temas como: propósito, resiliência e melhoria das relações entre pessoas, cidades e natureza. Tudo com o objetivo de inspirar e impulsionar a voz da essência de cada um. No quadro, que vai ao ar todo domingo, são apresentados assuntos que abordam, por exemplo, as questões: “como aprender a lidar com a frustração?” ou “como aprender a dizer não?”, entre outras temáticas.

Maíra Lemos conta que, assim como muitos mineiros, ela mudou seu negócio durante a pandemia. Em março, estava prestes a retomar as gravações do canal no Youtube, após seis meses de licença-maternidade, quando começou a quarentena. “No caos, eu me recriei! Aproveitei o tempo em casa para refletir sobre os meus 15 anos de trabalho até aqui, como comunicadora na TV e na internet, e para planejar o futuro. Com a ajuda de uma estrategista, entendi melhor quem é o meu público e a minha marca pessoal, o que foi fundamental para me direcionar na mudança”, explica Maíra.

Trajetória – Nascida em Belo Horizonte, Maíra trabalha no seu canal no Youtube, onde tem como objetivo impulsionar todo tipo de voz. Estimula a voz interna de cada um, com vídeos que encorajam o autoconhecimento e a autenticidade. Entrevista pessoas inspiradoras mostrando que todo mundo tem algo a dizer e a ensinar, acreditando sempre na diversidade de vozes. Além disso, compartilha vivências de sua trajetória para ampliar olhares, provocar reflexões e inspirar ações. Maíra acredita em um mundo melhor onde exista igualdade de vozes!

Trabalhou por mais de 15 anos como repórter e apresentadora de televisão e rádio, em programas de comportamento, entretenimento e esportes. Entrevistou milhares de pessoas de todo o tipo atuando na TV Globo, TV Record, SBT e TV Cultura.

Foi apresentadora do Globo Esporte MG e repórter do Jornal Nacional e do Esporte Espetacular, da TV Globo. Cobriu grandes eventos como Olimpíadas, Copa das Confederações, Copa do Mundo, Libertadores e Campeonato Brasileiro.

Ela também é autora do livro infantil “O gol de Budi”, o primeiro do Brasil com a temática do futebol cujo protagonismo é de uma menina, que enfrenta o preconceito para praticar o esporte que ama. A pós-capa é do ex-craque da seleção brasileira Tostão. Os pais e as escolas podem trabalhar na leitura com as crianças temas como: igualdade de gêneros, diferenças e superação.