COTAÇÃO DE 24/01/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5030

VENDA: R$5,5030

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4870

VENDA: R$5,6630

EURO

COMPRA: R$6,2080

VENDA: R$6,2103

OURO NY

U$1.842,90

OURO BM&F (g)

R$323,72 (g)

BOVESPA

-0,92

POUPANÇA

0,5845%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

DC Mais
" "
Crédito: filarmônica/divulgação

Uma orquestra reconhecida internacionalmente, com uma das melhores salas de concerto do mundo à disposição, em um dos centros culturais mais belos do Brasil. São tantos atributos positivos para definir, respectivamente, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, a Sala Minas Gerais e o Centro de Cultura Presidente Itamar Franco que os adjetivos se perdem na importância que possuem para a difusão da música sinfônica e de concerto no estado.

Para dar continuidade à política pública de fomento à formação de público e à cultura musical de orquestração, a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), em parceria com a Codemge, lança o Edital Orquestra de Minas. Será selecionada uma entidade sem fins lucrativos para desenvolver atividades culturais por meio da gestão da Orquestra Filarmônica, bem como da sala de concerto e das áreas comuns do complexo cultural.
Serão destinados aproximadamente R$ 17 milhões ao ano, durante um período de quatro anos, para a organização social selecionada. O contrato de gestão terá início em janeiro de 2020 e encerramento em dezembro de 2023. O edital está disponível em www.cultura.mg.gov.br e as inscrições podem ser realizadas de 4 a 10 de outubro.

PUBLICIDADE




De acordo com o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Marcelo Matte, o edital vai permitir a continuidade da política pública, viabilizando a manutenção das atividades artísticas e operacionais da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

“Mesmo com a enorme crise financeira e fiscal atravessada pelo estado, assumi a pasta com o compromisso de manter todas as políticas estruturantes e é isso que estamos fazendo com o lançamento de editais, como o Museu Seguro, do Fundo Estadual de Cultura, e esse da Filarmônica. O edital Orquestra de Minas vai permitir à Filarmônica manter um corpo artístico de excelência e se consolidar como uma das melhores orquestras em atividade, levando o nome de Minas Gerais aos quatro cantos do mundo”, avalia.

O edital contempla, entre outras atividades, a difusão da música sinfônica e de concerto, trabalhos voltados à formação de público, o fomento de novos talentos em regência, criação e interpretação musical. Além disso, o Contrato de Gestão prevê o desenvolvimento de ações que revertam a desigualdade sociocultural do público, por meio da oferta de concertos gratuitos.

De 2008 até 2018, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais recebeu mais 1 milhão de espectadores, realizou cerca de 800 concertos e interpretou aproximadamente 975 obras de grandes nomes da música mundial.




Em dez anos de existência, a orquestra promoveu 104 concertos em turnês estaduais, 38 concertos em turnês nacionais e cinco concertos em turnê internacional. Além disso, foram produzidos mais 160 webfilmes, 13 deles com audiodescrição, livros, DVDs didáticos, e sete CDs. (Com informações da Agência Minas)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!