COTAÇÃO DE 23/05/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,8040

VENDA: R$4,8050

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$4,8800

VENDA: R$4,9820

EURO

COMPRA: R$5,1166

VENDA: R$5,1182

OURO NY

U$1.853,34`��

OURO BM&F (g)

R$285,51 (g)

BOVESPA

+1,71

POUPANÇA

0,6084%

OFERECIMENTO

DC Mais

Seminário gratuito discute energias alternativas e mobilidade

COMPARTILHE

Newton e Museu das Minas e do Metal reúnem, no próximo dia 10 de outubro, empresas e universidades em programação interdisciplinar

Para promover o debate sobre as fontes de energia alternativas para a mobilidade urbana, o seminário gratuito “Energias alternativas e mobilidade” reúne empresas e universidades em programação interdisciplinar no dia 10 de outubro, no Museu das Minas e do Metal.

Direcionado a professores, estudantes, profissionais de Engenharia, Arquitetura e ao público interessado no tema, o seminário será realizado pela Newton Paiva em parceria com o Museu das Minas e do Metal – MM Gerdau.

PUBLICIDADE




Dividido em dois ciclos – empresas e universidades – palestrantes apresentarão suas pesquisas e ideias nas áreas. Na sequência, haverá mesa redonda com debate entre os convidados e o público.

Entre as presenças confirmadas, estão o engenheiro de desenvolvimento de produto da Embraer, Ramiro Chagas de Carvalho, que apresentará o conceito de um veículo planador regenerativo; o engenheiro Edilson Pacheco, da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), que mostrará as inovações na área de biocombustíveis; o professor Lucas Paglioni Pataro Faria, doutor em Engenharia Mecânica e docente na Newton Paiva, responsável por expor a aplicação social da energia solar.

Também estarão no seminário integrantes de três equipes de competição estudantil relacionada a veículos elétricos e veículos com baixo consumo de energia.

De acordo com o último Balanço Energético Nacional, publicado pelo Ministério de Minas e Energia em maio 2019, tendo como base o ano de 2018, o setor de transportes é o que mais consome energia no Brasil, correspondendo a 32,7%.

PUBLICIDADE




O setor passou o segmento das indústrias, em segundo lugar com 31,7%. Juntos, o transporte de passageiros e cargas e a produção industrial respondem por mais da metade do consumo total de energia do país, aproximadamente 64%.

O professor Luiz Flávio Vieira Brant, docente nos cursos de Engenharia Mecânica e Civil da Newton Paiva, ressalta que as fontes de energia sempre foram questões complexas e extremamente estratégias para a economia de qualquer país.

“A tarefa de estabelecer políticas de longo prazo relacionadas à matriz energética é complexa, pois, além de afetar diretamente a economia do país, decisões tomadas hoje vão interferir na forma como a sociedade produz, consome e se comporta nos próximos anos”, analisa.

Brant observa ainda, a seriedade das questões ambientais envolvidas no tema: “soluções sustentáveis são imperativas se quisermos manter o equilíbrio ambiental. Já não é mais admissível produzir e consumir energia causando tantos estragos ao meio ambiente, como temos feito até aqui com uma matriz preponderantemente derivada de combustíveis fósseis”.

Entre um dos organizadores do evento, o professor acredita que a missão de todo engenheiro é encontrar soluções para diversos problemas. Ao mesmo tempo, defende que as discussões a respeito de energia e mobilidade não se resumem à mecânica dos carros ou à engenharia de tráfego.

“Os espaço urbanos, tratados na Arquitetura, por exemplo, as patologias como o stress e as doenças respiratórias, derivadas do trânsito caótico e da poluição do ar, tratados pelos profissionais da saúde, mostram como os profissionais são chamados a discutir e a atuar nesses assuntos”, avalia.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!