Crédito: Marcelo Coelho

Com duas galerias exclusivas no Inhotim, o trabalho do artista pernambucano Tunga está sob os holofotes do terceiro episódio da série “Retrato”. É mais uma produção de uma sequência que mostra o processo de montagem de obras de arte e galerias do Instituto, cujo novo capítulo vai ao ar no próximo sábado, às 11 horas, nas redes sociais.

Tunga teve grande influência na origem do Inhotim e foi o primeiro artista a receber uma galeria projetada especialmente para receber sua obra: True Rouge, construída em 2002. Em 2012, inaugurou o maior pavilhão do instituto, com 2.200 metros quadrados, a galeria Psicoativa Tunga. Ambas formam o maior conjunto de obras do artista permanentemente exposto no Brasil e no exterior, com trabalhos desde o início da década de 80 até os anos 2000.

Desde meados dos anos 70, Tunga cria obras que refletem um imaginário exuberante em desenho, escultura, filme, vídeo e performance. Seu impulso multimídia está associado a uma compreensão da arte como campo multidisciplinar. Para o artista, é importante ultrapassar os limites entre a ciência e a fantasia, realidade e ficção, resultando na criação de uma mitologia própria que dá corpo e alma à galeria Psicoativa.

O episódio de “Retrato” apresenta as obras que compõem esse espaço, bem como sua “ativação” por meio de uma série de performances ocorridas durante a inauguração da galeria (setembro/2012), além do registro da True Rouge.

A série “Retrato” foi editada a partir de uma coletânea de DVDs gravados entre 2011 e 2014, e, neste ano, estão sendo disponibilizados on-line primeira vez. Os vídeos retratam o processo de criação na arte contemporânea e são uma referência para pesquisas e estudos no campo das artes.

Todos os episódios das séries on-line do Inhotim (Retrato, Diálogos e Bastidores) continuam disponíveis nas redes sociais: YouTube, Facebook Instagram. Já no Google Arts and Culture o público pode conferir cinco exposições.