COTAÇÃO DE 26/11/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5950

VENDA: R$5,5960

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6300

VENDA: R$5,7570

EURO

COMPRA: R$6,3210

VENDA: R$6,3222

OURO NY

U$1.792,60

OURO BM&F (g)

R$322,88 (g)

BOVESPA

-3,39

POUPANÇA

0,4620%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

300 ANOS DE MINAS DC Mais
Crédito: DIVULGAÇÃO / SECULT

Um olhar mais apurado sobre a formação literária do Estado é a proposta da nova edição do Suplemento Literário de Minas Gerais. Ao partir da criação da Capitania das Minas Gerais, o caderno celebra os 300 anos de Minas e propõe reflexões a respeito da história mineira contada por meio de páginas e mais páginas ao longo de três séculos.

O caderno é organizado por Jacyntho Lins Brandão, professor emérito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e membro da Academia Mineira de Letras (AML). A edição “Minas Gerais – 300 Anos de Literatura” reúne textos de acadêmicos, escritores e estudiosos que se debruçaram sobre a trajetória literária mineira. “Não se pretende um levantamento exaustivo, mas a marcação de aspectos e momentos expressivos, de modo que a parte fale de algum modo pelo todo, na diversidade de vozes, lugares e temporalidades”, explica o organizador.

PUBLICIDADE

Em mais de 40 páginas, o Suplemento Literário desvenda as muitas “Minas” que inspiraram escritores das mais variadas formas, tanto em aspectos geográficos e históricos quanto em sociais e econômicos. O caderno também contempla registros e estudos sobre a fase em que a região já era ocupada, mas ainda não havia sido incorporada à Colônia. O suplemento está disponível nas versões digital e impressa.

“Nessa história convergem mais que 300 anos, procedentes de quando assim não era ainda nomeado”, ressalta Jacyntho Lins Brandão.

Para além de um olhar em direção ao passado, o Suplemento Literário de Minas Gerais repensa a literatura no Estado relembrando a história de outros povos que contribuíram para a formação cultural em Minas. As narrativas de escravizados e indígenas complementam as páginas dessa edição, reverberando toda a pluralidade mineira contada de diferentes formas.

A edição especial do Suplemento Literário foi lançada durante as comemorações do aniversário do Estado, em evento com a participação do governador Romeu Zema e do secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira.

“Minas Gerais foi pioneira na produção literária do País. Foi em nosso Estado que começaram os primeiros movimentos, com narrativas sobre os costumes da época e, claro, sobre os desejos de liberdade. Resgatar essa história na literatura, por meio do Suplemento Literário, é uma forma de preservar e fortalecer a memória e a identidade mineiras, celebrando toda a diversidade que nos caracteriza”, destaca o secretário.

A edição impressa do “Suplemento Literário de Minas Gerais – Especial 300 anos de Literatura” foi viabilizada pelo esforço da Superintendência de Bibliotecas, Museus, Arquivo Público e Equipamentos Culturais, da Diretoria do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, da Associação Amigos da Biblioteca, por meio de patrocínio da Gerdau. (Com informações da Agência Minas)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!