DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,9160

VENDA: R$4,9170

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,0000

VENDA: R$5,0980

EURO

COMPRA: R$5,2070

VENDA: R$5,2096

OURO NY

U$1.842,24

OURO BM&F (g)

R$291,42 (g)

BOVESPA

+0,71

POUPANÇA

0,6697%

OFERECIMENTO

DC Mais

Webinário vai discutir o futuro pós-pandemia

COMPARTILHE

Crédito: Freepik

Quais os significados deste momento para a humanidade? Como elaborar mudanças necessárias aos novos tempos? Eis algumas das questões a serem respondidas por grandes nomes do pensamento brasileiro, que, em julho e agosto, participam do webinário “Conversas sobre perguntas”, evento criado, promovido e financiado, em curadoria colaborativa, pelos equipamentos culturais Casa Fiat de Cultura, Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), Memorial Minas Gerais Vale e MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, integrantes do Circuito Liberdade.

Mediados pela jornalista Daniella Zupo, os encontros on-line, realizados a partir de hoje e até 18 de agosto, sempre às terças-feiras, às 17h, contarão com respostas e ideias do líder indígena Ailton Krenak (hoje), da futurista Lala Deheinzelin (21 de julho), do economista e professor Eduardo Albuquerque e da administradora e professora Grazi Mendes (28 de julho), do psicanalista Christian Dunker (4 de agosto) E da escritora

PUBLICIDADE




Conceição Evaristo e da crítica de arte Júlia Rebouças (11 de agosto). Para no encerramento, no dia 18 de agosto, o palestrante ainda será confirmado. Gratuitas, as palestras serão transmitidas nos canais do YouTube dos espaços culturais.

O webinário propõe-se a aprofundar o debate sobre o futuro, em um mundo pós-Covid-19, por meio do estímulo a diálogos multidisciplinares, capazes de entrelaçar teorias e ideias, da filosofia à psicanálise, das ciências à arte, da economia à espiritualidade.

Trata-se de formato propício à ânsia global pela realização de perguntas fundamentais sobre a vida, o tempo, as relações etc. – e que, desde a chegada do Covid-19, têm instigado cidadãos, intelectuais, governantes e cientistas de todo o planeta. A situação, afinal, abalou fundamentos da convivência social e econômica, a ponto de a humanidade testemunhar o colapso da vida cotidiana e do mundo como o conhecemos.

Transformação – Para a gestora cultural da Casa Fiat de Cultura, Ana Vilela, “passamos por um momento de transformação acelerado, seja nas relações humanas, seja nos novos modos de viver, de pensar e de fazer. Em meio a esse contexto, nasceu a ideia de construir algo novo.

PUBLICIDADE




Um projeto coletivo idealizado, desenvolvido e financiado por quatro instituições culturais”, destaca, ao lembrar que foram rompidos os limites institucionais e territoriais para que se criasse de forma conjunta uma iniciativa inovadora, que conseguiu integrar múltiplas expertises e diferentes equipes de trabalho.

Na opinião do gestor do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), Leonardo Camargo, a suspensão das atividades presenciais dos equipamentos culturais estimulou a necessidade de ressignificar a atuação dos espaços.

“A pandemia acelerou mudanças e trouxe novos hábitos de consumo, novas formas de convivência e novos formatos de trabalho. A cultura tem papel fundamental na reflexão da nova normalidade, e propor este debate com a sociedade, ao lado dos parceiros do Circuito, é um marco para a trajetória do CCBB BH”, ressalta.

Segundo o diretor do Memorial Minas Gerais Vale, Wagner Tameirão, promover o webinário “Conversas sobre Perguntas”, com envolvimento de quatro espaços culturais ligados ao Circuito Liberdade, no período de isolamento, sublinha a importância e a necessidade de colaboração, para potencializar atitudes necessárias ao enfrentamento da situação atual: “O evento busca especialistas de diversas áreas do conhecimento para pensar, refletir e buscar inspirações para os espaços culturais e seus públicos”.

Na avaliação da gestora do MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, Márcia Guimarães, em tempos de reflexões sobre o futuro dos cidadãos e do planeta, perguntas diversas surgem, diariamente, nas mentes das pessoas.

“Os dias passam e descobrimos que não estamos sozinhos nessas dúvidas. Foi com esse propósito, de troca e solidariedade, que instituições vizinhas do Circuito Liberdade se reuniram para organizar encontros com pensadores incríveis, na expectativa de ouvirmos respostas que venham ao encontro das perguntas que as pessoas estão se fazendo neste momento”, ressalta.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!