COTAÇÃO DE 26/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5720

VENDA: R$5,5730

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5900

VENDA: R$5,7230

EURO

COMPRA: R$6,4654

VENDA: R$6,4683

OURO NY

U$1.793,01

OURO BM&F (g)

R$321,20 (g)

BOVESPA

-2,11

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Direto da Redação

Banco Cetelem começa a mudar 100% da produção para cartões sustentáveis

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação

O Banco Cetelem, especialista em soluções de crédito, membro do grupo francês BNP Paribas, inicia neste mês de agosto a migração de sua base de cartões para opções mais sustentáveis.

Os cartões, a partir de agora, serão produzidos com PVC reciclado e prevê a redução de 2,7 toneladas de dióxido de carbono (CO²) nas operações de 2021 e de mais 5 toneladas até o fim de 2022. O lançamento é mais uma iniciativa da empresa dentro do leque de ações voltadas para sustentabilidade.

PUBLICIDADE

Segundo o diretor de operações no Banco Cetelem, Jean-Christophe Coquillaud, a iniciativa é uma tendência mundial e vem para reforçar o compromisso do banco com o meio ambiente.

Consciência ambiental exige dedicação, mudança de hábitos e de processos. É exatamente isso que o banco está fazendo ao modificar toda sua operação para priorizar ações como esta”, afirma. O novo cartão é produzido a partir de PVC reciclado e possibilita a diminuição de 3,18 gramas de plástico em relação ao modelo tradicional, sem perder em qualidade ou durabilidade.

Sobre o tempo de transição, o executivo afirma que “além de no próximo ano todas as novas emissões já serem realizadas com o plástico reciclável, dentro de cinco anos, toda a base de clientes do Banco Cetelem terá os cartões sustentáveis em mãos”.

Mais do que a redução na emissão de dióxido de carbono e utilização do plástico reciclado, a mudança também traz benefícios como a redução do uso de água e do consumo de energia no processo produtivo.

A empresa vem adotando também, constantemente, diversas ações que reduzem a utilização de papel a partir da digitalização de processos. Alguns exemplos são a fatura digital, a aquisição empréstimo e cartão digital por meio de assinatura digital, contratos de cartão QRcode e jornada onboarding pelo WhatsApp e SMS, que garante a entrega do cartão no endereço do cliente e diminui desperdícios.

Estas ações de migração para o ambiente digital refletem diretamente no consumo de papel, que hoje é aproximadamente 55% menor do que há três anos, quando iniciamos a mudança”, destaca Coquillaud.

A iniciativa vem a partir de uma parceria com a IDEMIA, empresa líder em identidade aumentada, que busca apoiar a mudança do paradigma ambiental das instituições financeiras por meio das soluções de pagamento sustentáveis GREENPAY.

A head da Unidade de Serviços Financeiros da IDEMIA no Brasil, Alessandra Wohnrati, destaca que “a IDEMIA se orgulha de fazer parte do compromisso ambiental assumido pelo Banco Cetelem, que passa a oferecer o cartão GREENPAY de plástico reciclado e certificado produzido pela IDEMIA. Com o GREENPAY, a IDEMIA apoia os bancos em sua transformação ecológica, reduz sua pegada de carbono e oferece soluções sustentáveis aos seus clientes”.

Os cartões Cetelem podem ser adquiridos em mais de 30 parceiros distribuídos em todo o Brasil de diversos segmentos, como supermercados, materiais de construção, eletrônicos, entre outros, e é líder no segmento de parcerias e-commerce em personal finance no Brasil.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!