COTAÇÃO DE 26/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5720

VENDA: R$5,5730

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5900

VENDA: R$5,7230

EURO

COMPRA: R$6,4654

VENDA: R$6,4683

OURO NY

U$1.793,01

OURO BM&F (g)

R$321,20 (g)

BOVESPA

-2,11

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Direto da Redação

Petronas e Logoplaste firmam parceria que reduzirá o uso de 750 toneladas de plástico por ano

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação

A Petronas Lubrificantes Brasil (PLB), responsável por atender às demandas de lubrificantes industriais e automotivos na América Latina, firmou parceria com a Logoplaste, empresa portuguesa, produtora de embalagens rígidas de plástico.

A nova fornecedora já instalou a sua fábrica ao lado da Petronas, localizada em Contagem, Minas Gerais, e juntas possuem uma missão: produzir embalagens mais sustentáveis no Brasil.

PUBLICIDADE

A nova parceria está alinhada com a estratégia da Patronas, na busca por alternativas mais sustentáveis, inovadoras e tecnológicas, proporcionando o máximo de qualidade para seus clientes e, ao mesmo tempo, com menos impacto ao meio ambiente.

Uma novidade dessa parceria, impulsionada pela localização das instalações, em terrenos vizinhos, é a utilização do “Transportador Aéreo de Embalagens” – uma espécie de ponte, de 87 metros, onde as embalagens são transportadas diretamente de uma empresa para outra. Isso significa menos carretas circulando, representando a redução de 10,3 toneladas de emissões de CO2 ao ano.

O projeto traz uma nova tecnologia na produção das embalagens, a Multilayer, ou multicamadas, destinada a fornecer propriedades de barreira, resistência e estabilidade de armazenamento.

A tecnologia multicamadas ainda possibilita a utilização de plástico reciclável, contribuindo para o objetivo de sustentabilidade do projeto, que deve alcançar uma redução de consumo de 750 toneladas de plástico (resina) ao ano.

As novas embalagens aliam design, tornando-se ainda mais atuais, a uma qualidade superior e ganho de eficiência produtiva, ao otimizar inventário e processos em toda cadeia logística.

Para o diretor de Suprimentos Americas, Adilson Tunes Mello, a parceria com a Logoplaste traz a expertise de uma fabricante global de embalagens com uma visão inovadora, além da quebra de paradigma, com a Logoplaste instalada ao lado da Petronas.

“Temos a certeza que juntos vamos trazer as melhores soluções a temas relacionados à qualidade, custos e sustentabilidade, principais desafios deste novo projeto”, ressalta.

A Logoplaste irá produzir embalagens de 500ml, 1 litro, 4 litros e Bombona 20 litros. Um volume anual estimado em 52 milhões de frascos. O CEO da Logoplaste, Gerardo Chiaia, diz estar feliz com a parceria e que a união será positiva para o meio ambiente e para o controle das mudanças climáticas.

“Comemoramos o início de uma parceria de longo prazo, que estabelecerá um novo padrão para a indústria de lubrificantes automotivos”, comenta Chiaia.

A fábrica será operada por 38 funcionários, parte deles realocada de outra operação da Logoplaste – Rio de Janeiro. Os produtos serão comercializados, principalmente no Brasil, mas também em outros países da América do Sul, como Bolívia, Argentina, Chile e Colômbia.

As primeiras embalagens, resultado dessa parceria, já estarão disponíveis para distribuidores e clientes Petronas a partir dos meses de julho e agosto.

A parceria é uma evolução no mercado de embalagens, uma união de empresas que buscam não só a qualidade dos seus produtos, mas trabalham para ter um mundo mais sustentável, com a redução no consumo de plástico, emissões de gases e uso de matéria prima reciclada.

Compromisso com o meio ambiente

Desde 2018 a Petronas dedica 75% de todo o investimento global em pesquisa e desenvolvimento à sustentabilidade.  Faz parte desta agenda o programa de logística reversa, que prevê o recolhimento de lubrificantes e embalagens usadas por meio do Instituto Jogue Limpo.

Além disso, foi lançado recentemente o projeto #MaisQueFloresta, ação que conta com a parceria da Fundação SOS Mata Atlântica e prevê o reflorestamento de regiões afetadas pelo desmatamento.

No Brasil, a empresa foi a primeira a produzir lubrificantes para veículos híbridos com tecnologia CoolTech,  que ajuda a reduzir as emissões de CO2 e protege o meio ambiente. Essas e outras ações fazem parte do pacto da Petronas em se tornar uma empresa zero carbono até 2050.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!