COTAÇÃO DE 26/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5720

VENDA: R$5,5730

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5900

VENDA: R$5,7230

EURO

COMPRA: R$6,4654

VENDA: R$6,4683

OURO NY

U$1.793,01

OURO BM&F (g)

R$321,20 (g)

BOVESPA

-2,11

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Amaggi investirá R$ 75 mi para produção de biodiesel em MT

COMPARTILHE

Crédito: Fabio Scremin/APPA

São Paulo – A Amaggi, maior trading brasileira de grãos, anunciou que investirá, a partir do ano que vem, R$ 75 milhões para produção de biodiesel em Lucas do Rio Verde (MT), após ampliar sua unidade de processamento de soja no município.

Com a recente expansão da planta industrial, que agora tem capacidade para esmagar 3,6 mil toneladas da oleaginosa por dia, o intuito da empresa é dar vazão a toda sua produção de óleo de soja, principal matéria-prima utilizada na fabricação do biodiesel no País.

PUBLICIDADE

“Não é a primeira vez que a empresa cogita entrar no setor. Porém, concluímos que agora é o momento mais oportuno, principalmente depois da ampliação da capacidade de esmagamento da unidade existente”, afirmou o presidente da Amaggi, Judiney Carvalho, em nota.

Atualmente, o Brasil mistura 10% de biodiesel ao diesel, mas há esforços do setor para que a elevação desse percentual seja acelerada, com a proporção de 15% sendo adotada em 2022, dois anos antes do previsto na Política Nacional de Biocombustíveis, segundo defendeu no mês passado a associação de produtores Aprobio.

Na última semana, um leilão realizado pela reguladora ANP negociou quase 1 bilhão de litros de biodiesel para atender ao mercado em novembro e dezembro, com aumento nos preços.
A Amaggi, empresa da família do ministro Blairo Maggi, mantém sua unidade em Lucas do Rio Verde há pouco mais de dez anos. Conforme a empresa, de lá o biodiesel produzido poderá ser comercializado e transportado para bases de distribuição em Mato Grosso ou outros estados, a fim de ser misturado ao diesel.

“Além de reforçar sua atuação na cadeia do agronegócio, o investimento da Amaggi contribuirá com a economia do estado, gerando empregos, elevando o nível de industrialização e, consequentemente, agregando valor à produção local”, afirmou a companhia na nota. (Reuters)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!