COTAÇÃO DE 19/04/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5500

VENDA: R$5,5510

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5400

VENDA: R$5,7130

EURO

COMPRA: R$6,7043

VENDA: R$6,7067

OURO NY

U$1.771,25

OURO BM&F (g)

R$317,44 (g)

BOVESPA

317,44

POUPANÇA

0,1590%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Diálogos DC terá edição especial nesta quarta-feira

COMPARTILHE

Para comemorar o 86º aniversário, o jornal DIÁRIO DO COMÉRCIO promove no dia 7 de novembro uma edição especial do Diálogos DC, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e a consultoria internacional McKinsey. O evento, que acontece no auditório da Fiemg, tem como tema “Qualidade da Educação, Saúde e Desenvolvimento Econômico em Minas Gerais”.

Com base no estudo “Visão Minas 2030”, desenvolvido pela McKinsey, os debatedores vão apresentar e analisar os dados com o objetivo de subsidiar a tomada de decisão para que as metas traçadas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 2015, sejam alcançados em sete temas: Educação, Saúde, Desenvolvimento Econômico, Infraestrutura, Segurança Pública, Governança & Gestão e Engajamento do Cidadão.

PUBLICIDADE

Participarão da mesa o sócio da Mckinsey & Company Brasil, Henrique Ceotto; o chairman do Conselho Global de Clientes da McKinsey, Nicola Calicchio, o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe; com a intermediação do presidente do DIÁRIO DO COMÉRCIO, Luiz Carlos Motta Costa.

O estudo, iniciado em 2014 a partir de reuniões de trabalho com mais de 150 especialistas de diferentes setores da sociedade, ao longo de 12 meses. Em 2018, em conjunto à reavaliação do Visão Brasil 2030, a McKinsey fez um recorte do estudo para o Estado de Minas Gerais. Nessa versão, avaliou o progresso da região em relação às aspirações e metas definidas nas áreas de Educação, Saúde e Desenvolvimento Econômico. Os resultados mostram que há pouco a se comemorar.

“O Visão Minas 2030 mostrou que Minas Gerais, assim como o Brasil, andou de lado ou para trás na maioria dos objetivos dentro dos temas estudados. Os dois estudos valeram-se dos ODS mas não se limitaram a eles. Alinhado ao que vimos no cenário nacional, Minas Gerais também está mais distante de alcançar as aspirações de 2030”, explica Ceotto.

Na educação, o estudo mostra piora expressiva na Avaliação Nacional de Alfabetização, que avalia a proficiência das crianças de até oito anos. Em 2011, os alunos mineiros atingiram 89% de proficiência adequada ou desejável. Em 2016, esse número havia caído para 62%, resultado impulsionado pela descontinuação, em 2014, do programa de intervenção pedagógica, iniciado em 2007.

Na saúde, o Estado apresentou queda importante na mortalidade infantil: de 14,6 em 2010 para 10,9 em 2016 mortes por 1.000 nascidos vivos, entretanto ainda está atrás de estados como o Espírito Santo (8,8) e países como Chile (7,0) e Costa Rica (4,0). Pontos críticos, como a cobertura de vacinação – uma das importantes medidas para a sustentação da baixa mortalidade infantil – segue em declínio: passou de 94% em 2014 para 90% em 2017.

No que toca ao desenvolvimento econômico, Minas vem perdendo consistentemente competitividade. Por exemplo, piorou em cinco de 10 critérios que medem seu ambiente de negócios no ranking do CLP (Centro de Liderança Pública), fator agravado por uma queda da 23ª para a 25ª posição no Índice de Burocracia Fiscal. Além disso, Minas é um dos estados com menor taxa de investimento em relação ao PIB estadual.

“Minas Gerais tem o terceiro maior PIB do Brasil, representando, aproximadamente, 11% do PIB nacional. Além disso, Minas é o segundo maior estado exportador. Se torna mais difícil avançar como País, se Minas não avançar. Minas também foi berço de inovações importantes e reconhecidas internacionalmente na gestão pública, como o programa de intervenção pedagógica, e temos o potencial de incubar muitas outras, servindo de exemplo para outros estados”, pontua o diretor da Mckinsey & Company Brasil.

A Mckinsey & Company aproveita o Diálogos DC para anunciar a abertura de um escritório em Belo Horizonte. A consultoria tem mais de 55 mineiros entre consultores e pesquisadores. “Como mineiro, nascido na Capital, fico muito feliz de fortalecermos a presença da McKinsey neste Estado. Isso é um reflexo da importância de Minas Gerais para o crescimento econômico de todo o País. Nós já atuávamos em Minas Gerais e agora estaremos ainda mais próximos de nossos clientes da região, oferecendo soluções estratégicas para as empresas locais se transformarem e se manterem competitivas em um mercado global aquecido”, destaca Calicchio.

As inscrições para o Diálogos DC podem ser feitas no site www.dialogosdc.com.br

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!