COTAÇÃO DE 16 A 18/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4540

VENDA: R$5,4540

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4700

VENDA: R$5,6130

EURO

COMPRA: R$6,3181

VENDA: R$6,3210

OURO NY

U$1.767,23

OURO BM&F (g)

R$309,68 (g)

BOVESPA

+1,29

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

KFC da início a uma forte expansão no Brasil; meta é abrir 500 lojas em nove anos

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação

Especializada em frango frito, a rede norte-americana KFC deu início a uma forte expansão no Brasil. O objetivo é abrir, em nove anos, 500 novas unidades. Atualmente são 50, delas, 14 próprias – distribuídas em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Ceará e Pernambuco.

De acordo com o gerente-geral da KFC Brasil, Ildefonso de Castro Deus, Minas Gerais é um dos territórios mais importantes dentro do plano. Atualmente, são seis unidades em Belo Horizonte e região metropolitana. “No interior do Estado, começando por Uberlândia (Triângulo), Contagem (RMBH) e Juiz de Fora (Zona da Mata), planejamos chegar a 10 unidades nos próximos cinco anos”, explica Deus.

PUBLICIDADE

A expansão será feita, prioritariamente, através do modelo de franquias e tem foco inicial nos mercados de São Paulo capital, (região metropolitana e maiores cidades do interior), Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco e Ceará. Na segunda fase serão as cidades acima de 250 mil habitantes. A meta da rede é buscar investidores com capacidade gerencial e financeira para implantar, pelo menos, cinco unidades no período de três anos. O investimento médio para a abertura de uma unidade é de R$ 2 milhões, fechando um total de R$ 10 milhões por candidato no período.

“Grande parte dos nossos investidores são franqueados que já contam com experiência de gestão em outros segmentos e que tem o capital necessário para a expansão na região desejada com a abertura de quatro ou cinco unidades. Mesmo com a atual conjuntura, temos fila de espera e, com a expertise do Grupo Sforza, que administra a rede no Brasil, o modelo de negócio é comprovado e altamente rentável. É importante que o candidato tenha experiência com gestão, além de estar apto a manter a qualidade e o padrão de uma marca mundialmente reconhecida. Por isso ele passa por um treinamento de 90 dias para que conheça todo o processo do negócio”, afirma o gerente-geral da KFC Brasil.

Além do tradicional modelo de loja para shopping center, a rede vai lançar um modelo de loja de rua que começará a ser aberta no ano que vem. Das 500 unidades prometidas até 2027, 100 devem ser no formato de rua com delivery e drive thru e mais 250 unidades de rua no modelo “in line” com delivery. O modelo piloto está sendo testado e a proposta é que esta unidade tenha uma média entre 150 m² e 280 m². O custo da unidade ainda está em avaliação.

Cada unidade tem capacidade para empregar entre 25 e 30 colaboradores diretos. Então a marca deve gerar 15 mil empregos nos próximos 10 anos. “O Brasil é visto hoje como foco da marca global devido ao tamanho da população economicamente ativa e ao comportamento do consumidor que aprecia o frango, além da oportunidade gigantesca de expansão a curto prazo, podendo alcançar o crescimento de 120% até dezembro de 2019”, completa.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!