Edição deste ano do Festival do Queijo Minas Artesanal superou as expectativas da organização - Crédito: Acervo FAEMG

Promover os negócios, o conhecimento e a inovação são prioridades do Festival do Queijo Minas Artesanal e da Semana Internacional do Café (SIC). Os eventos, promovidos pelo Sistema da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Sistema Faemg), também são considerados fundamentais para maior divulgação da qualidade do Queijo Minas Artesanal e dos cafés produzidos no Estado. Em 2019, os eventos superaram as expectativas e já se tornaram referência para os setores.

A terceira edição do Festival do Queijo Minas Artesanal, promovido pelo Sistema Faemg em parceria com Sebrae Minas, ocorreu nos dias 27 e 28 de julho, na Serraria Souza Pinto, em Belo Horizonte. O evento superou as expectativas. Durante os dois dias, foram vendidos 2.300 queijos, o que representa cerca de duas toneladas. O festival movimentou R$ 1 milhão em negócios. Ao todo, o evento contou com 50 expositores de queijos e de outros produtos mineiros como os azeites, os cafés, as cachaças, os vinhos, as cervejas, geleias, pimentas, doces, temperos e artesanatos.

Cerca de 9 mil pessoas participaram do evento, público 13% maior que o estimado pela organização do festival. Os cardápios elaborados pelos sete chefs convidados para representar cada uma das regiões demarcadas do Estado como produtoras do Queijo Minas Artesanal – Araxá, Campo das Vertentes, Canastra, Cerrado, Serra do Salitre, Serro e Triângulo – foram aprovados pelo público. Nos dois dias de evento, foram vendidos 5,5 mil pratos.

Aproximadamente 200 pessoas participaram dos workshops e palestras, que somaram 12 horas de programação. Já o Seminário dos Queijos Artesanais de Minas Gerais reuniu 180 participantes ligados à atividade queijeira.

SIC – Um dos principais eventos mundiais do café, a Semana Internacional do Café (SIC), recebeu 23 mil visitantes e permitiu que mais de R$ 50 milhões em negócios fossem iniciados no evento. Durante a SIC, que foi realizado no período de 20 a 22 de novembro, foram servidas cerca de 80 mil xícaras de cafés.

Entre os participantes, a SIC reuniu produtores, pesquisadores, torrefadores, compradores, exportadores, empresários, baristas, indústria cafeeira e cafeterias de todo o País, além de representantes de mais de 40 países. Neste ano, a Semana Internacional do Café foi composta por 220 expositores, número 25% superior ao registrado em 2018.

De acordo com o vice-presidente de finanças da Faemg e presidente das Comissões de Cafeicultura da Faemg e da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Breno Mesquita, a SIC é uma importante plataforma, que conecta o produtor ao mercado de consumo.

“A ideia inicial da SIC era fazer uma feira em Belo Horizonte para que as pessoas conhecessem o trabalho dos cafeicultores. A feira começou a chamar atenção e, a cada ano, o número de negociadores internacionais é maior, assim como a efetivação de negócios. Isso também acontece com as cooperativas, que estão conseguindo vender a produção para novos mercados”, explicou.

Entre as novidades da SIC 2019, destaque para o espaço para máquinas e implementos agrícolas; área dedicada à torra e aos empreendedores, além de estandes de marcas e empresas do setor e exposição de embalagens do concurso Espresso Design, para valorizar a apresentação dos produtos.

Considerado o maior evento nacional do setor e um dos cinco maiores do mundo, a SIC 2019 revelou os dois melhores cafés brasileiros durante a final do concurso Coffee of the Year (COY). O evento contou ainda com mais de 40 eventos simultâneos, entre eles o painel Minas Coffee Origins, que debateu as origens controladas; o hackathon AgroUP para o setor cafeeiro; seminários, workshops, competições profissionais, cursos, sessões de cuppping (provas de café), entre outros.

A Semana Internacional do Café é uma iniciativa do Sistema Faemg, da Café Editora, do Sebrae, do governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) e Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge).

Números

Festival do Queijo Minas Artesanal

R$ 1 milhão em negócios
2.300 queijos vendidos
50 expositores
9 mil participantes

Semana Internacional do Café (SIC)

R$ 50 milhões em negócios iniciados no evento
80 mil xícaras de cafés servidas
220 expositores
23 mil visitantes