COTAÇÃO DE 21-01-2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4550

VENDA: R$5,4550

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4870

VENDA: R$5,6130

EURO

COMPRA: R$6,1717

VENDA: R$6,1729

OURO NY

U$1.829,52

OURO BM&F (g)

R$320,53 (g)

BOVESPA

-0,15

POUPANÇA

0,6107%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Especial: diálogos DC
" "

A maior parte do tempo, seja em casa, no trabalho, na escola e até mesmo nos momentos de lazer passamos sob edificações e é papel de engenheiros e arquitetos encontrar soluções para que isso seja feito não só de uma maneira digna como também ambientalmente responsável.

O desenvolvimento de técnicas e tecnologias ao longo das últimas décadas vem dando opções a esses profissionais, mas, ao mesmo tempo, o grau de exigência vem subindo. Diversas certificações atestam o esforço dos empreendimentos em cumprir metas de sustentabilidade. Uma das mais importantes é a Certificação Leed (Leadership in Energy and Environmental Design, em português: Liderança em Energia e Design Ambiental). Ela é uma certificação para construções sustentáveis, concebida e concedida pela organização não governamental United States Green Building Council (USGBC), com intuito de promover e fomentar práticas de construções sustentáveis, satisfazendo critérios para uma construção verde (categorias: Localização e Transporte, Lotes Sustentáveis, Eficiência da Água, Energia e Atmosfera, Materiais e Recursos, Qualidade Interna dos Ambientes e Inovação e Prioridades Regionais).

PUBLICIDADE




De acordo com o diretor executivo do Green Building Council Brasil (GBC) e presidente do Comitê Regional das Américas do World Green Building Council, Felipe Faria, à medida em que a informação começa a circular mais rápido a busca também cresce.

“Mostrar a viabilidade econômica talvez seja o caminho mais fácil. Se, de um lado a construção é, realmente, mais cara, podendo chegar a até 6% do total, o retorno para o investidor é mais rápido. Apenas 15% do custo de um empreendimento está na construção e a sustentabilidade atua justamente sobre a operação. Quando coloco inteligência de projeto, fazendo a correta simulação do empreendimento, posso reduzir custos. Além disso, esses empreendimentos performam melhor porque diminuem o risco, aumentando a velocidade de ocupação e a valorização do metro quadrado”, explica Faria.

No Brasil são pouco mais de 1.400 empreendimentos creditados ou em fase de creditação. Desse total, apenas 55 estão em Minas Gerais, deixando o Estado em quarto lugar, atrás de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná. O projeto pode ser trabalhado desde o início, com a escolha dos materiais para depois agregar equipamentos mais eficientes. A certificação impõe metas de performance e o empreendedor, de acordo com a sua realidade, vai definir a melhor técnica.

“Talvez os empreendedores mineiros tenham despertado um pouco mais tarde para a viabilidade desse projeto. Em compensação, os mineiros têm projetos exemplares, tanto na capital como no interior. O importante é que o número de novos projetos está aumentando”, destaca




A arquiteta e sócia da Ares Arquitetura, Paula Rocha Leite, é certificada Leed com atuação em Belo Horizonte e faz parte de um time seleto, formado por apenas nove profissionais atualmente no Estado. Segundo ela, a certificação costuma sair entre quatro e seis meses depois de concluída a obra. Todo o processo é feito via internet. O ideal é que se faça o registro ainda na fase de projeto.

“Assim é aberto o acesso à plataforma e aos formulários que devem ser preenchidos. Pegamos o arquivo climático da cidade e modelamos o empreendimento. Um envoltório bem feito, aproveita bem os recursos naturais, interferindo diretamente no resultado. É interessante observar como a própria indústria absorveu o conceito de sustentabilidade e transformou isso em negócio. Em 2009, não tínhamos materiais e equipamentos certificados para comprar no mercado mineiro. Hoje as marcas mais importantes oferecem linhas completas”, afirma Paula Leite.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!