Bruno Lafetá estima que neste ano as vendas até mesmo superem as realizadas em 2018 - Crédito: Glaucia Rodrigues/Divulgação

A Construtora AP Ponto, especializada em empreendimentos do programa “Minha casa, minha vida”, sediada em Belo Horizonte, voltou seus esforços em 2019 para a reestruturação da área de atendimento ao cliente.

Como consequência, a empresa acabou amargando resultados negativos no ano passado, mas, por outro lado, a estratégia promete sustentar o crescimento projetado para os próximos exercícios.

As informações são do fundador da AP Ponto, Bruno Lafetá. Segundo ele, a mudança impactou o faturamento de 2019 em cerca de 30% sobre o ano anterior. As vendas da construtora também caíram de um ano para outro.

“Já sabíamos que isso poderia acontecer. Em dez anos de operações, optamos por reestruturar a área de atendimento ao cliente em 2019. Agora atuamos com um profissional completo que faz todo o atendimento do cliente: da pré-venda ao pós-venda. Praticamente eliminamos a figura do corretor de imóveis na empresa”, justificou.

De toda maneira, Lafetá avalia alguns dos resultados do ano passado como positivos. De acordo com o empresário, já nos dois últimos meses de 2019 houve retomada relevante da busca por imóveis e a empresa voltou aos patamares de vendas de 2018. Assim, para este exercício a expectativa é de que haja incremento nos negócios. “Esperemos que as vendas voltem aos mesmos níveis de 2018 e até os superem”, disse.

Lançamentos – Para isso, a construtora já tem investido em novos lançamentos e pretende também abrir novos mercados no País no decorrer de 2020. Segundo ele, a recuperação mais consistente da economia e o crescimento da construção civil, prometidos para este ano, também deverão colaborar. Ao todo estão previstos quatro empreendimentos neste exercício. Já a abertura de novos mercados será iniciada por Ribeirão Preto (SP), onde a construtora possui dois terrenos.

O condomínio Ponto Brisa, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), por exemplo, já foi lançado. O condomínio está situado no bairro Presidente Kennedy e oferece oito blocos com 118 apartamentos cada e opções de unidades para pessoas com deficiência e área privativa.

Os apartamentos são de um e dois quartos, com uma ou duas vagas na garagem, tem 45 metros quadrados privativos, um banheiro e o condomínio ainda conta com espaço fitness, salão de festas, guarita, playground, quadra e espaço gourmet.

Há ainda o Ponto Verano, que vai ser lançado em breve na Capital, o Ponto Veredas, que será lançado em Vespasiano (RMBH), e o Ponto Ônix, previsto para Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

A AP Ponto foi fundada em 2009 e já entregou 4.500 apartamentos em Minas Gerais. A empresa celebrou uma década de mercado, no ano passado, com o crescimento de 10 vezes neste período. Com atuação nas cidades de Belo Horizonte, Contagem, Betim, Vespasiano, Santa Luzia e Uberlândia, a construtora se destaca como uma das principais do segmento.