COTAÇÃO DO DIA 22/01/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4780

VENDA: R$5,4790

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5070

VENDA: R$5,6470

EURO

COMPRA: R$6,6088

VENDA: R$6,6101

OURO NY

U$1.853,68

OURO BM&F (g)

R$ (g)

BOVESPA

-0,80

POUPANÇA

0,1159%%

OFERECIMENTO

Mercantil do Brasil - ADS

INFORMAÇÕES DO DOLAR

exclusivo Negócios zCapa
Página Inicial » exclusivo » Bauducco aumenta produção de colombas

Bauducco aumenta produção de colombas

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Bauducco aumenta produção de colombas
A Bauducco concluiu a expansão do seu complexo industrial em Extrema (MG), mediante aporte de R$ 195 milhões - Crédito: Divulgação

Faltando cerca de dois meses para a Páscoa, a Bauducco, com fábrica em Extrema, no Sul de Minas Gerais, lança, em breve, a campanha para a data, que é a segunda mais importante para os negócios da empresa, perdendo apenas para o Natal – quando são vendidos os famosos panetones. Para este ano, estão previstos investimentos em novos produtos, campanhas de marketing e comunicação, ações com consumidores e aumento da produção.

As informações são da Grouper de Marketing Bauducco, Juliana Corá. Segundo ela, neste ano, o mix para a Páscoa vai contar com clássicos produtos como a colomba pascal, o Chocobiscuit, lançado para a data no exercício passado, além dos biscoitos tradicionais. Ao todo serão 15 produtos de Páscoa.

Embora não tenha revelado detalhes sobre o montante a ser investido em produção ou o volume a ser fabricado, Juliana Corá contou que a quantidade de colombas produzidas vai dobrar em relação ao ano anterior e que serão ofertadas novas opções em sabor, tamanho e formato. “Vamos ter colombas menores visando outros tipos de consumidores e permitindo uma maior experimentação do produto por parte de quem ainda não conhece”, disse.

Bauducco aumenta produção de colombas
Vamos investir em novos produtos, diz Juliana Corá – Crédito: Divulgação

Além disso, os investimentos em marketing e comunicação para a data, conforme a Grouper de Marketing, serão triplicados. “Serão diversas ações para a campanha que estamos chamando de ‘Movimento Páscoa Bauducco’, em todas as pontas da cadeia, indo dos fornecedores, passando pelos varejistas até os consumidores. A intenção é buscar visibilidade e ampliar a fatia do mercado”, justificou.

É que a estratégia da companhia é ampliar a representatividade dos produtos de Páscoa nos negócios. Hoje, no Brasil, em termos de produtos sazonais, os itens voltados para a data representam 9% do que é vendido no Natal. Para se ter uma ideia, em países como a Itália, onde as colombas já são mais disseminadas entre os consumidores, a relação chega a 30% dos produtos natalinos.

“Percebemos que existe um mercado a ser absorvido no Brasil e vamos trabalhar para ampliar essa participação”, ressaltou.

Em relação ao desempenho das vendas de Páscoa neste exercício, a marca está otimista. Em 2019, houve incremento de 9% na comercialização em relação ao ano anterior – representando o maior crescimento das últimas campanhas da Bauducco. Para 2020, a expectativa é apresentar um crescimento ainda maior.

Segundo Juliana Corá, o cenário está bastante favorável, tanto em relação à conjuntura econômica quanto à mudança do perfil do consumidor que, nos últimos três anos, tem voltado a consumir produtos de Páscoa, mas optando por uma diversidade maior, que não apenas os ovos de chocolate.

“O ovo vem perdendo a relevância e abrindo espaço para outros produtos. Por isso, estamos focando em uma estratégia mais forte com portfólio completo, diferenciado e diversificado para atender todos os tipos de consumidores. A colomba é nosso principal ícone para a data, mas desenvolvemos outras opções”, comentou.

Em relação ao desempenho do ano como um todo, a Bauducco apresentou faturamento de R$ 3 bilhões em 2019. O Natal do ano passado registrou o melhor desempenho desde 2012. E a perspectiva é de que a demanda continue aquecida e os números favoráveis em 2020. “Além da força da marca, a retomada da economia nacional também está colaborando para o desempenho. Neste ano não será diferente”, apostou.

A Bauducco concluiu recentemente a expansão do seu complexo industrial em Extrema. O investimento de R$ 195 milhões consolidou o parque industrial com infraestrutura para a companhia continuar expandindo o portfólio. As obras incluíram um terceiro prédio fabril, com um armazém vertical automatizado e quatro novas linhas de produtos (dentre elas, as linhas de pães – fermentação natural – e Chocobiscuit).

A área construída da fábrica chegou a 67 mil metros quadrados e a capacidade instalada supera 200 mil toneladas por ano de biscoitos e produtos forneados. O grupo conta também com um centro de distribuição de 40 mil metros quadrados de área na cidade.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente