Crédito: SME/Divulgação

Considerando a gravidade do atual momento, causada pelo Covid-19, a SME vem a público externar seu pensamento e pedir que o setor de engenharia – engenheiros e empresas de engenharia – forneçam sua experiência e seus recursos materiais, financeiros e humanos ao esforço de controlar a pandemia. Confira a íntegra da nota da SME:

1 – A pandemia causada pelo coronavírus não é uma doença como outra qualquer. Trata-se da mais séria ameaça à sociedade humana instalada após a Segunda Guerra Mundial. Como tal, deve ser tratada com extrema seriedade por todos – cidadãos, empresas, ONGs, cientistas, profissionais da área de saúde e governos, nos três níveis – prefeituras, estados e governo federal.

2 – Cada um destes segmentos deve, dentro daquilo que estiver ao seu alcance, oferecer o melhor que puder para que a pandemia causada pelo coronavírus resulte no menor número possível de vítimas e cause ao funcionamento da sociedade humana o menor dano possível no menor intervalo de tempo também possível.

3 – No que cabe à engenharia, a SME pede às empresas e profissionais de engenharia que disponibilizem o que estiver ao seu alcance em termos de recursos técnicos, financeiros e de instalações para que medidas emergenciais possam ser implementadas.

4 – A disponibilização desses recursos pelo setor privado é importante porque muitas vezes o poder público não dispõe da agilidade que os acontecimentos exigem. Assim, um engenheiro ou uma empresa de engenharia pode realizar um projeto de engenharia de uma unidade de saúde que precisa ser construída com urgência. Da mesma forma, uma empresa de engenharia pode mobilizar parte de seus recursos, em máquinas e equipamentos, para realizar a mesma obra também em tempo recorde.

5 – Acima de tudo, é preciso que o setor esteja atento a essas necessidades e participe do esforço concentrado que a realidade exige. Tudo – é importante ressaltar – dentro das possibilidades de cada profissional ou empresa.

6 – O momento atual exige a união de todos. Não é momento de disputas políticas. Na crise causada pela pandemia do coronavírus, todos sairão perdendo. A união de esforços, além de reduzir as perdas – materiais e de vidas humanas -, evitará que o ônus recaia sobre determinados segmentos, em detrimento de outros. Estamos em uma guerra. E, nunca é demais lembrar: em uma guerra, todos perdem.

7 – Por fim, a Sociedade Mineira de Engenheiros reforça sua confiança na importância das instituições de pesquisa científica e também dos investimentos na área de saúde, para que a solução para a pandemia do coronavírus seja alcançada o mais rapidamente possível.

8 – O momento é trágico. Por isso, exige de todos duas atitudes: serenidade e ação. Desde já, a Sociedade Mineira de Engenheiros está à disposição das autoridades para auxiliar no que for possível e estiver ao seu alcance.

Belo Horizonte, 24 de março de 2020
Ronaldo Gusmão
Presidente da Sociedade Mineira de Engenheiros

(Conteúdo produzido pela SME)