A 86ª edição da Expozebu, em Uberaba, deve ter participação de 4 mil animais e receber 320 mil visitantes | Crédito: Divulgação

O mercado aquecido e os preços mais elevados da carne bovina vão contribuir para o crescimento dos negócios na 86ª edição da Exposição Internacional das Raças Zebuínas (Expozebu).

A previsão é de uma movimentação financeira de R$ 250 milhões, aumento de 10% frente à edição anterior. A Expozebu 2020 será de 25 de abril a 3 de maio, no Parque Fernando Costa, em Uberaba, na região do Triângulo Mineiro. O evento conta ainda com a ABCZ Equishow e Dias de Campo, que serão realizados na Fazenda Experimental Orestes Prata Tibery Júnior também em Uberaba.

De acordo com Rivaldo Machado Borges Júnior, presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), entidade organizadora da feira, as expectativas são positivas. A previsão da organização da Expozebu é atrair mais de 320 mil visitantes.

“As expectativas são muito boas por vários aspectos. Um deles é pela pecuária estar com um bom patamar de preços na arroba do boi gordo, cotado a mais de R$ 200. Este nível de preços ajuda muito os negócios envolvendo o zebu, que é muito utilizado na pecuária de corte para fazer melhoramento genético”, explicou Borges.

O aumento do faturamento também será estimulado pelo maior número de leilões. Até o momento, serão 34, quatro a mais que na edição anterior.

“O resultados dos leilões de gado PO – puro de origem – têm sido muito positivos, com crescimento expressivo dos valores dos animais de outubro para cá, quando houve aumento da demanda pela carne bovina e os preços subiram. Somando tudo isso, o faturamento da feira deve alcançar R$ 250 milhões”, disse.

Ainda conforme Borges, a tendência é de que os pecuaristas invistam mais na melhoria genética do rebanho, isso pelos valores mais altos pagos no mercado de corte, o que tem recomposto os caixas e permitido investimentos por parte dos pecuaristas.

“Com o aumento dos preços, o produtor vai investir. A visão da diretoria da ABCZ é de promover os negócios dos nossos associados e mostrar para o pecuarista nacional que ele tem que fazer o melhoramento genético tanto da carne como do leite. Hoje, nós temos um número muito alto ainda de fêmeas cobertas com animais sem genética, em torno de 70%. Temos um mercado enorme para abocanhar e vamos trabalhar no sentido de mostrar ao pecuarista a vantagem de introduzir, da porteira para dentro, o touro PO”, afirmou.
A estimativa é de que passem pelo Parque Fernando Costa cerca de 4 mil animais durante o evento.

Capacitação – Além de leilões e exposição, haverá ainda espaço para capacitação dos produtores. Durante os Dias de Campo, serão apresentadas soluções e inovações para a cultura do milho, silagem, pastagem e Integração Lavoura e Pecuária (ILP).

A área comercial deve contar com mais de 150 expositores de produtos e serviços nos ramos da genética, troncos e balanças, nutrição animal e artigos veterinários, além de empresas automobilísticas, bares e restaurantes.

Um dos eventos que compõem a Expozebu é a ABCZ Equishow, que deverá reunir cerca de 800 equídeos, entre cavalos e muares, número 35% maior quando comparado com a edição anterior.

A estrutura para receber os animais aumentou, com uma pista de competição a mais, chegando a três no total. O aumento se deve, em parte, à parceria firmada com a Associação Brasileira dos Criadores de Quarto de Milha (ABQM), que está desenvolvendo uma agenda ampla com provas e exposições. Também está confirmada a participação de muares e exemplares das raças Crioulo e Mangalarga Marchador.

A ABCZ Equishow 2020 acontece entre os dias 25 de abril e 3 de maio, na Fazenda Experimental da ABCZ- Orestes Prata Tibery Júnior – e tem entrada franca. Além das provas com equídeos, está confirmada a realização de um shopping de garanhões.