Grupo SEB compra 70% da rede de escolas Maple Bear
Em Minas Gerais atualmente são 12 unidades abertas, sendo a última inauguração em Itabira, na região Central -

Há três anos como master franqueada da rede de escolas canadense Maple Bear, o Grupo SEB anunciou a compra de 70% da matriz, dando fôlego à expansão da marca no Brasil e na América Latina, e internacionalizando as ações do grupo.

O valor da transação não foi divulgado e a direção da Maple Bear continua no Canadá, mantendo o fundador da rede, Rodney Briggs, como CEO. A parceria ocorre por meio da sociedade entre a MB Canadian School Corp. (empresa da qual o Grupo SEB é o controlador) e a Maple Bear Global Schools, ambas com sede no Canadá.

Com a compra, o Grupo SEB passa a fazer parte da operação global da companhia canadense, que atua em mais de 20 países.

Há 15 anos no Brasil, a rede de escolas tinha 75 unidades e pulou para 144 nos últimos três anos. A meta, segundo o diretor de expansão Maple Bear Brasil, Adriano Magalhães, é alcançar a marca de 300 unidades no País já em 2022.

Em Minas Gerais atualmente são 12 unidades abertas, sendo a última inauguração em Itabira, na região Central, no início do mês. 20 cidades estão mapeadas para receber uma escola Maple Bear nessa atual fase da expansão. A estimativa é de que o Estado responda por entre 15% e 17% dos alunos até 2022. Só na Capital já são três escolas implantadas.

“Para cumprir esse objetivo mapeamos a concentração de crianças por classe social e renda. A partir desse estudo, buscamos as cidades com perfil adequado. O Sudeste sempre foi nosso principal foco e Minas Gerais tem uma grande relevância dentro do nosso planejamento. Buscamos não só as capitais, mas também cidades que sejam centros regionais, polos industriais e cidades que classificamos como influentes e/ou prósperas”, explica Magalhães.

A Maple Bear atua do ensino infantil ao médio (12 anos) e a escola nunca é implantada de uma só vez. As séries são implantadas ano a ano. Como o ensino é feito no sistema canadense, as aulas são ministradas em inglês desde o primeiro até os quatro anos de idade. Nessa fase a criança fica imersa somente na língua inglesa. A partir do primeiro ano do ensino básico ela passa a ter parte das disciplinas em inglês e outra parte em português. Matemática, ciências e inglês, em inglês. Português, geografia e história, em português.

O investimento médio para a abertura de uma unidade é de R$ 1,2 milhão. A maior parte dos franqueados são oriundos do setor de educação, mas essa não é uma regra. Existem também empresários de outros setores e vários pais de ex-alunos. A exigência é que o franqueado tenha disponibilidade para estar à frente da operação. Investidores estritos não são admitidos.

“O franqueado não precisa ser do setor de educação, mas precisar ser apaixonado por educação. Esse é um trabalho muito delicado e a Maple Bear preza pela qualidade do seu ensino. Muitos dos nossos alunos saem daqui direto para universidades internacionais. Também por isso investimos forte na contínua qualificação do nosso corpo docente. São vários programas de treinamento e qualificação individuais e em grupo e também presenciais e on-line”, destaca o diretor de expansão Maple Bear Brasil.