Crédito: Charles Silva Duarte/Arquivo DC

O Banco Inter registrou lucro líquido de R$ 81,6 milhões em 2019, o que representa um crescimento de 16,8% na comparação com 2018. Além disso, teve um incremento de 109,1% no quarto trimestre do ano passado frente ao terceiro trimestre, com lucro líquido de R$ 24,7 milhões no período.

Conforme destaca a diretora de Relações com Investidores da empresa, Helena Caldeira, um dos grandes destaques do crescimento do lucro líquido do Banco Inter é o aumento da base de clientes. A organização superou a marca de 4 milhões de contas digitais, um incremento de 180% no ano passado. Em dezembro de 2019, foram mais de 13 mil novas contas por dia útil.

Os dados divulgados pelo Banco Inter mostram ainda que a empresa ultrapassou a marca de R$ 2,1 bilhões em depósitos à vista, alta anual de 238%, número maior do que o incremento nas contas.

“Isso mostra que os clientes têm utilizado as contas, trazido dinheiro. O saldo médio por conta tem aumentado. Isso é algo muito relevante, mostra um crescimento com sustentabilidade. As pessoas não estão abrindo conta por abrir”, destaca Helena Caldeira.

Além disso, a diretora de relações com investidores ressalta, ainda, que o Banco Inter alcançou 425 mil clientes na Plataforma Aberta Inter (PAI) no quarto trimestre do ano passado, alta de 269%.

“Há uma penetração dos clientes investidores, mostrando um engajamento por parte dos clientes em geral”, avalia ela, que também aponta para a diminuição no Custo de Servir por cliente, que teve uma redução de 37,3% no quarto trimestre do ano passado comparado com igual período de 2018, alcançando R$ 169.

Mais dados – Os números divulgados pelo Banco Inter mostram ainda que o empreendimento atingiu R$ 1 bilhão em receitas totais em 2019, incremento de 39,8% na comparação com 2018. Só no quarto trimestre foram alcançados R$ 322,9 milhões, aumento de 52,1% em comparação a igual período de 2018.

O Banco Inter obteve R$ 213 milhões em receitas de serviços em 2019 e R$ 74,3 milhões no quarto trimestre do ano passado. As receitas de serviços em 2019 representaram 30,3% das receitas líquidas totais.

Os números revelam ainda que a empresa fechou o ano passado com R$ 16,6 bilhões em ativos sob custódia, incremento anual de 143%.

Já o crescimento anual na carteira de crédito ampliada foi de 51,6%, atingindo a marca de R$ 5,1 bilhões.

Perspectivas – De acordo com Helena Caldeira, para 2020 as expectativas são de continuar aumentando bastante o número de clientes. “É possível chegar a 8 milhões de clientes neste ano”, afirma.

A diretora de relações com investidores relata, ainda, que outra estratégia de crescimento é o market place. O Banco Inter lançou o Super App em novembro do ano passado e somou R$ 34 milhões em transações de serviços e produtos não financeiros até o fim do ano.

“Vamos investir nessa plataforma para oferecer outros tipos de serviços. Além de gerar mais engajamento, é uma nova linha de receita”, frisa Helena Caldeira.