Primeiro condomínio, de um total de 12 no município da Região Metropolitana de BH, será o Mata Atlântica, com 520 unidades - Crédito: Divulgação/MRV

A MRV fará um investimento de aproximadamente R$ 220 milhões, em médio prazo, na construção do Portal Três Barras, um complexo de 12 condomínios fechados em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). O Valor Geral de Vendas (VGV) estimado é de R$ 512.160.000. As perspectivas são de que o empreendimento gere mil vagas de empregos diretos e indiretos. As unidades devem custar a partir de R$ 165 mil e se enquadram no programa Minha casa, minha vida.

O complexo será construído em uma área de 272.440 m², que vai comportar mais de três mil apartamentos. As obras tiveram início neste mês e o primeiro condomínio, o Mata Atlântica, com 520 unidades, deve ficar pronto em um prazo de 36 meses. As expectativas são de que de 15% a 20% das unidades desse primeiro empreendido sejam comercializadas até o fim de janeiro.

De acordo com o gestor de vendas da empresa, Rodrigo Maia, além da escolha estratégica pelo bairro, localizado próximo ao centro da cidade mineira, outro diferencial do complexo está ligado à estrutura de lazer oferecida – uma preocupação muito presente na companhia atualmente, diz ele.

“É o conceito de condomínio resort. Houve a preocupação em fazer um projeto diferenciado desde o início. Terá um clube de lazer centralizado: as pessoas vão ter um clube ‘dentro de casa’, com total segurança e conforto”, ressalta.

Vizinhança – Dos R$ 220 milhões que serão investidos no complexo, R$ 20 milhões terão como destino obras que pretendem levar melhorias a toda a vizinhança do novo empreendimento. Segundo Rodrigo Maia, as benfeitorias estão relacionadas à urbanização, abertura de rua, avenida, espaços de lazer, paisagismo, doação de áreas para equipamentos públicos, entre outras.

Além disso, o empreendimento também deve contribuir economicamente com a região, de acordo com o gestor de vendas da MRV. “Serão cerca de 7.500 moradores nos condomínios. Isso certamente gera renda, consumo”, diz ele, que acrescenta, ainda, que os investimentos no local “geram atratividade para o entorno, para que as pessoas abram estabelecimentos comerciais”, destaca.

Kit Solar – O Mata Atlântica será construído em um terreno de 30.250,00 m². O empreendimento vai ser entregue com a instalação de placas fotovoltaicas para a geração de energia solar, que vai atender as áreas comuns. Além disso, serão disponibilizados, em dois blocos, o Kit Solar. Por meio dele, será possível que as pessoas adquiram placas solares para o atendimento das suas unidades. Assim, poderão ter mais economia na conta de energia elétrica.

Já na capital mineira, a MRV deve lançar mais 452 unidades logo no primeiro trimestre deste ano, pertencentes a dois condomínios fechados: um no bairro Planalto e outro no Juliana, no Vetor Norte. Ao todo, vão ser investidos mais de R$ 45 milhões na construção. Cerca de 300 novos postos de trabalho devem ser gerados.