Crédito: Divulgação/BMG

O BMG UpTech é TOP 3 do Startup Awards. A empresa, braço de inovação do Grupo BMG, voltou a ficar entre as mais votadas na categoria Corporate, o que reforça sua atuação de destaque e sua completa integração a esse ecossistema. “Acabamos de ser premiados no 100 Open Startups, como a empresa brasileira que mais se relacionou e desenvolveu projetos com startups no último ano. Agora ficamos entre os três finalistas em outra importante premiação. Estamos felizes com o reconhecimento do nosso trabalho e por estarmos contribuindo efetivamente para impulsionar o empreendedorismo no País e fora dele”, destaca o CEO do BMG UpTech, Rodolfo Santos.

O resultado foi anunciado na noite da última sexta-feira (29), no encerramento do Case 2019, o mais importante evento de startups e empreendedorismo da América Latina. Em sua sexta edição, o Startup Awards, promovido pela Associação Brasileira de Startups (ABStartups), tem como objetivo reconhecer os profissionais e empresas mais influentes do segmento de startups e inovação no Brasil. A lista com os TOP 10 de 13 modalidades ocorreu por meio de voto popular. Na segunda etapa, um júri técnico definiu três finalistas em cada uma.

A presença do BMG UpTech no TOP 3 pode ser explicada, entre outros fatores, pelos números. Em três anos de atuação, selecionou e investiu em mais de 70 startups, com aporte financeiro direto ou por meio de programas como Fiemg Lab, Startups Connected, Lemonade e o Conecta, desenvolvido em parceria com a Confederação Nacional do Transporte (CNT). Juntamente à Bossa Nova Investimentos, da qual o BMG UpTech se tornou sócio em 2017, também realizou mais de 500 investimentos em startups no Brasil e Estados Unidos.

Agenda Edu é a Startup do Ano – Na categoria Startup do Ano, a grande vencedora foi a cearense Agenda Edu, startup de educação que integra o portfólio da Bossa Nova Investimentos. A ideia do negócio surgiu a partir de um problema sentido na pele por um dos sócios: a dificuldade de acompanhar a agenda de papel da escola de sua filha. Em um mundo digital e conectado, essa antiga forma de comunicação parecia ultrapassada. O grupo decidiu, então, focar esforços para resolver a questão com o uso da tecnologia. Atualmente, a plataforma conta com mais de um milhão de usuários provenientes de cerca de 1,5 mil escolas. (Da Redação)