Ciência, educação e saúde. Estes são os pilares do Funed na Escola, programa de popularização e divulgação científica, premiado em 2º lugar no Prêmio Inova Minas, na categoria “Ideias Inovadoras Implementáveis”, na sexta-feira, dia 29 de novembro. A premiação aconteceu no Auditório JK, na Cidade Administrativa.

Coordenada pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), o Prêmio destacou iniciativas de sucesso implementadas no Estado e propostas de ideias inovadoras para a melhoria dos serviços e processos do governo. A secretária-adjunta da Seplag, Luísa Barreto, destacou a importância do prêmio. “Nesse contexto de situação fiscal delicada, a inovação é ainda mais importante. É por meio dela que vamos conseguir aprimorar a prestação de serviços. Esse prêmio demonstra o engajamento dos servidores estaduais nesse processo. Eu agradeço aos participantes por trabalharem por um Estado cada dia mais eficiente”, afirmou Luísa Barreto.

O Funed na Escola é um programa de divulgação e popularização da ciência da Funed, voltado para estudantes do ensino médio e fundamental de escolas públicas e particulares da região metropolitana. Seu objetivo é ampliar o conhecimento dos alunos das escolas com palestras e oficinas criativas sobre diferentes temas, como animais peçonhentos, nutrição saudável, reciclagem, universo das células, dengue e febre amarela, dentre outros, sem sair do ambiente escolar, tornando o processo de aprendizado mais prazeroso.

O programa é coordenado pela Divisão de Extensão e Divulgação Científica, da Diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento (DPD) e conta com a participação da Diretoria do Instituto Octávio Magalhães (Diom) e da Diretoria de Planejamento, Gestão e Finanças (DPGF).

A fase piloto começou em março deste ano, atendeu cinco escolas e já tem registro de pedidos para outras 50. “Estamos muito felizes pela alta adesão das escolas e pelo reconhecimento em tão pouco tempo. Mesmo com poucos recursos, procuramos ser criativos e fazer a diferença na educação científica”, apontou uma das coordenadoras do programa, Patrícia Cota, que agradeceu a todos os colabores do Funed na Escola e ao apoio logístico dos servidores da fundação, “que votaram e nos ajudaram a chegar ao segundo lugar”.

Segundo o presidente da Funed, Maurício Abreu dos Santos, é “papel da fundação, enquanto polo de ciência e tecnologia na área da saúde, levar o conhecimento produzido para além dos muros da instituição”. O presidente ainda reforçou a importância de projetos com ações transversais nas áreas de inovação, saúde, ciência e educação e que integrem servidores de vários setores. “Este é o reconhecimento do trabalho de pessoas que, apesar de todas as restrições financeiras, estão constantemente buscando soluções para as demandas da população”.

Avaliação – A Comissão de Avaliação foi composta pela secretária-adjunta da Seplag, Luísa Barreto, pela reitora da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg), Lavínia Rodrigues, pelo presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), Evaldo Vilela, pelo presidente do BDMG, Sérgio Gusmão Suchodolski, e pelo assessor técnico da Presidência da Fundação João Pinheiro, Mauro da Silveira.

Etapas – A primeira etapa do 4º Prêmio Inova, iniciada em maio, envolveu a inscrição e a pré-seleção dos projetos pela banca avaliadora a partir dos critérios descritos no edital. Na segunda fase, servidores estaduais, empregados públicos, estagiários e bolsistas em exercício no Estado votaram nos projetos classificados por meio do site do Prêmio (www.premioinova.mg.gov.br). Entre os cerca de 200 projetos inscritos, os 12 mais votados (seis em cada categoria) foram classificados para apresentação à Comissão de Avaliação na cerimônia de premiação. (Da Redação)

VENCEDORES

Ideias inovadoras implementáveis

1° lugar: VacinAPP: Sistema de agendamento de vacinação e cartão de vacinas digital (SES);

2° lugar: Funed na escola (Funed);

3° lugar: MG API – Plataforma de API’s de Minas Gerais – Conectando Minas com o Mundo (Prodemge);

Menção honrosa: Inteligência artificial no combate à evasão na educação em Minas Gerais (SEE).

Iniciativas implementadas

1° lugar: Sistema Ponto Digital: mais economia e eficiência na gestão de Recursos Humanos do Estado (Seplag);

2° lugar: Enen na Escola (SEE);

3° lugar: Escola de Formação em Direitos Humanos (EFDH) de Minas Gerais (Sedese);

Menção honrosa: Registro Automático de Empresas (Jucemg).