COTAÇÃO DE 17/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,2820

VENDA: R$5,2820

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3100

VENDA: R$5,4500

EURO

COMPRA: R$6,2293

VENDA: R$6,2322

OURO NY

U$1.754,86

OURO BM&F (g)

R$298,96 (g)

BOVESPA

-2,07

POUPANÇA

0,3012%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Inovação Inovação-destaque

Inovação é tema de debate no Mood – Festival de Moda de Belo Horizonte

COMPARTILHE

Felipe Siqueira, da Oficina, usou tecnologia e algorítimos para incrementar produção de camisas | Crédito: Divulgação
Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

A primeira edição do Mood – Festival de Moda de Belo Horizonte, que acontece de 20 a 23 de novembro na capital mineira, vai debater a inovação na moda.

“O desafio da inovação para as empresas de Minas” é o  tema da mesa mediada por Carlos Teixeira, que acontece no dia 21, no no espaço de eventos da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH).

PUBLICIDADE

O gerente técnico da fabricante dinamarquesa de robôs colaborativos Universal Robots, Tomás Lerbach, promete surpreender a plateia com os novos conceitos em torno de produção/mercado/tecnologia.

Participa também o mestre em comunicação, especialista em marketing e graduada em publicidade e propaganda pela UFRJ, Daniele Aragão.

Outro nome importante que vai compor a mesa de debate será o co–fundador da Oficina, fashiontech brasileira e com foco em roupas básicas e sob medida, Felipe Siqueira.

O empresário mineiro Vander Martins também estará presente e será centro de atenções, já que acabou de vender a Skazi, marca sob seu comando, para o grupo sulino AMC Têxtil. Ele dividirá uma mesa com estilistas criativos e inovadores no mercado belo-horizontino.  

Setor consolidado – Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico da PBH Cláudio Beato, a moda tem uma história marcante na economia belo-horizontina com tradições muito importantes para nossa identidade cultural.

“Grandes marcas e profissionais, nos mais diversos espectros da atividade econômica, foram parte dessa evolução. Hoje temos um setor consolidado nas mais diversas atividades, que vão desde o comércio, a indústria e importante polo de design”, afirma.

Ele frisa que este é um dos setores mais pujantes de nossa economia, gerando mais de 28.500 empregos.

“Belo Horizonte é uma das cidades brasileiras com maior número de profissionais. O comércio varejista, a confecção de peças de vestuário ou o comércio varejista de calçados são atividades econômicas que movimentam significativamente a cidade, onde a massa salarial movimentada chega a R$ 48,8 milhões por mês”, enfatiza.

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!