She's Tech Conference 2019 começa no dia 21 de novembro e tem Mariéme Jamme como keynote | Crédito: Divulgação

Com o objetivo de inspirar, engajar e capacitar mulheres, a She’s Tech Conference está de volta à capital mineira. Entre os dias 21 e 23 de novembro Belo Horizonte recebe o principal evento brasileiro de mulheres na tecnologia.

O movimento tem como proposta fortalecer e ampliar a atuação das mulheres dentro dos setores da tecnologia, trabalhando nos eixos da representatividade, da conscientização do mercado e da autoaceleração.

A conferência visa incentivar e apoiar mulheres nas carreiras em Ti e no empreendedorismo com base tecnológica por meio de três dias de imersão e muita troca!

Nesta edição, a Keynote Speaker Internacional será a programadora e executiva senegalesa Mariéme Jamme, fundadora do movimento I Am the Code, que mobiliza governos, empresas e investidores para apoiar meninas e jovens mulheres em ciência, tecnologia, engenharia, artes, matemática e design (STEAMD, na sigla em inglês).

O line-up conta ainda com Nina Silva (Movimento BlackMoney), Carine Roos (Programa Elas) e Annelise Grip (Consultora Agile).

Para Ciranda de Morais, a organização da She’s Tech Conference, assim como todas as ações do Movimento She’s Tech, é fundamental para que as mulheres vejam a tecnologia como um caminho profissional possível com a construção de uma rede de apoio para que se desenhe um cenário mais diverso e inclusivo no setor.

“Precisamos agir em diversas frentes. A conscientização é o primeiro passo, mas ações propositivas são as grandes agentes de mudança do futuro das mulheres”, explica a fundadora do movimento, que já apresentou sua teoria das Portas de Vidro em grandes eventos, como na Tech Super Women Summit, em São Francisco; no Global Google GDG Community Leaders, no vale do Silício; e no TEDx, em Cuiabá.

“Todas as barreiras invisíveis que afastam as mulheres da tecnologia reforçam a importância da representatividade e a promoção de eventos como esse no cenário mundial”, aponta.

Ciranda ressalta ainda que ações como a She’s Tech Conference impulsionam carreiras de mulheres no setor tecnológico e colaboram positivamente na capacitação das profissionais da área.

A abertura da conferência acontece na quinta-feira (21) no Auditório do BDMG e, nos dias 22 e 23, outras atividades serão realizadas na UNA Aimorés. Os ingressos, que variam de R$ 135 a R$ 250, já estão disponíveis.

Keynote – Pela primeira vez em Belo Horizonte, a programadora e empreendedora senegalesa Mariéme Jamme vai narrar sua experiência à frente do I Am the Code e falar sobre a missão de empoderar 1 milhão de mulheres e meninas no mundo todo até 2030.

Referência na mobilização de diferentes setores, a Keynote Speaker Internacional da She’s Tech Conference 2019 já foi premiada pelo Fórum Econômico Mundial pela UNICEF e pela Melinda Gates Foundation, além de ter sido reconhecida pela Forbes, UK Powerlist, African Business Magazine e BBC como uma das mulheres mais influentes da África e uma das principais lideranças do mundo.

Na infância, Mariéme foi abandonada pela mãe e viveu de orfanato em orfanato na área rural do Senegal, na África. Aos 13, foi traficada para Paris e resgatada pela polícia. Já na adolescência, enquanto realizava trabalhos informais, passou a frequentar bibliotecas e, assim, aprendeu sozinha a ler e a programar em sete linguagens diferentes.

“Quando você não tem habilidades ou qualificações, faz tantas coisas que, em algum momento, consegue encontrar seu destino”, disse ela recentemente ao blog Capitu, do Estadão.

Foi essa trajetória que fez com que a programadora e empreendedora desenvolve-se o I Am The Code. “Eu me tornei a voz dos sem voz”, explicou ela, completando: “Não queria me tornar uma mulher negra furiosa, mas queria ajudar estas africanas a entenderem que elas têm a responsabilidade de mudar a sociedade”.