Coronavírus já afeta ações de mineradoras
Crédito: Reprodução

O Mining Lab Challenge, iniciativa da Nexa Resources que visa apoiar empreendedores no processo de desenvolvimento de inovações tecnológicas para a indústria da mineração e metalurgia, está com inscrições abertas até o dia 2 de outubro, no site.

Após uma edição especial voltada para a Covid-19, realizada em parceria com o Instituto Votorantim e a Beneficência Portuguesa de SP, a nova chamada do Mining Lab Challenge – executado em parceria com a Aceleradora Corporativa, Neo Ventures – busca por soluções inovadoras para a Nexa divididas em quatro categorias:

1 – Produzindo zinco e cobre;
2 – Gestão e eliminação de resíduos e efluentes;
3 – Construindo legados positivos;
4 – Mais eficiência e produtividade.

As soluções vencedoras receberão investimento financeiro para o desenvolvimento dos pilotos, assessoria contínua de profissionais da Nexa durante um ano, mentorias financeira, jurídica, além de acesso às instalações e às informações técnicas das unidades da Nexa.

O objetivo do Mining Lab Challenge é desenvolver propostas capazes de potencializar, resolver e aprimorar as metas e objetivos da companhia em médio e longo prazos. Para isso, as soluções devem estar dentro do que é esperado em cada categoria: 

Produzindo zinco e cobre – Neste campo, o projeto busca soluções e tecnologias capazes de ser provadas em até 12 meses e que envolvam aspectos científicos, sendo capazes de transformar e incrementar a cadeia produtiva do zinco e cobre da Nexa. Com isso, as propostas devem estar relacionadas às áreas de lavra e beneficiamento, refino e fundição. 

Gestão e eliminação de resíduos e efluentes – Nesta categoria, o programa busca soluções que possam ser provadas em até 12 meses e que sejam capazes de transformar e incrementar o processo de gestão, eliminação de resíduos e efluentes e transformá-los em novos produtos. Neste caso, as soluções devem estar relacionados a desenvolvimento de novas rotas de processo ou novos modelos de negócios para o aproveitamento da Pirita, desenvolvimento de novos produtos a partir da Jarosita e sistemas para gerenciamento de emissões atmosféricas e qualidade do ar. 

Construindo legados positivos – Iniciativas que busquem criar uma rede que promova o desenvolvimento econômico sustentável dos territórios através das potencializações de seus recursos locais e da qualificação das pessoas, ampliando as possibilidades de geração de emprego e renda. Diante disso, soluções focadas em alavancar o empreendedorismo local e uso futuro são bem-vindas.

 Mais eficiência e produtividade – A última categoria do programa busca ideias inovadoras para áreas como engenharia, SSO, desenvolvimento humano, entre outros. Além disso, visa acelerar aplicações capazes de ditar a transformação rumo à indústria 4.0, com foco em automação, digitalização e produtividade.