COTAÇÃO DE 23 A 25/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6270

VENDA: R$5,6270

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,8030

EURO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,6750

OURO NY

U$1.792,47

OURO BM&F (g)

R$327,87 (g)

BOVESPA

-1,34

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Inovação

Startup de BH é aprovada em programa da Associação Comercial de São Paulo

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação/Ac boost

Com mais de duas centenas de inscrições na fase inicial, o programa Ac boost, criado pelo Conselho de Inovação (Conin) da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), comemora a importante marca alcançada em sua primeira edição. 

Voltado ao impulsionamento de startups, o Ac boost se destaca pela forma inovadora de atuar. “Não definimos o Ac boost como aceleradora ou incubadora, porque vamos muito além disso”, menciona Alessandra Andrade, coordenadora do Conin e vice-presidente da ACSP. 

PUBLICIDADE

O programa tem como objetivo preparar startups para as suas próximas fases de desenvolvimento, através de toda a solidez e tradição da Associação Comercial de São Paulo somadas à modernidade e tecnologia que são a essência do Conin. 

Tânia Gomes Luz, head do Ac boost e conselheira de inovação da ACSP, dá mais detalhes sobre a seleção dos empreendimentos que irão para a próxima fase do programa.

“Tivemos a missão de selecionar, entre as mais de 200 inscritas, as 20 startups que seguirão em frente no processo. Foi uma tarefa árdua pois recebemos pitchs de muita qualidade e potencial. As selecionadas entram na próxima fase, em que passarão por uma avaliação do Sebrae-SP para um diagnóstico acurado sobre o que necessitam no exato momento em que estão”. 

Próximos passos para as startups

Tânia explica que as próximas fases serão decisivas para o relacionamento das startups com o ecossistema. “Vamos conectar os empreendedores com uma ampla rede de consultores, mentores, investidores, parceiros corporativos e governamentais, ou a qualquer que seja o impulso que a startup precise para se destacar”. 

As startups selecionadas para a segunda fase do Ac boost se posicionam em segmentos como tecnologia, educação, ciência de dados, saúde, jurídico, marketing, turismo e finanças, entre outros. 

Confira a lista completa de empresas aprovadas:

  • Abracadabra (João Pessoa/PB)
  • Acordos Brasil (Passo Fundo/RS)
  • ContSelf (Belo Horizonte/MG)
  • Dropview (São Paulo/SP)
  • iHungry (São Paulo/SP)
  • Invenis (São Paulo/SP)
  • Livesale (Cotia/SP)
  • Maistech Solutions (São Paulo/SP)
  • Medei (Santo André/SP)
  • Mooai (Campo Grande/MS)
  • Mooney Edu (Campinas/SP)
  • Overmetric (Rio de Janeiro/RJ)
  • Pinguim (São Paulo/SP)
  • Pontualis (Campinas/SP)
  • Proft (São Paulo/SP)
  • Radar Plantão (São Carlos/SP)
  • SpaceMoney Participações S/A (São Paulo/SP)
  • Shapp (São Paulo/SP)
  • Sua Rua (São Paulo/SP)
  • Uau-Fi (Araçatuba/SP)
Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!