COTAÇÃO DE 14/05/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,2710

VENDA: R$5,2710

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,2700

VENDA: R$5,4330

EURO

COMPRA: R$6,3961

VENDA: R$6,3990

OURO NY

U$1.843,90

OURO BM&F (g)

R$311,62 (g)

BOVESPA

+0,97

POUPANÇA

0,2019%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Inovação

Uni-BH é a primeira instituição de ensino do Estado a receber a certificação do Google

COMPARTILHE

Campus Buritis Uni-BH | Crédito: Alexandre Milton
Campus Buritis Uni-BH | Crédito: Alexandre Milton

Apesar de todos os desafios impostos pela pandemia de Covid-19, o Centro Universitário de Belo Horizonte (Uni-BH) encerrou 2020 com muitos motivos para comemorar. O principal deles, talvez tenha sido ser a primeira instituição de Ensino Superior de Minas Gerais e a terceira do mundo a receber a certificação de “Universidade de Referência Google for Education”.

Na prática, isso significa que a escola promoveu uma mudança em sua cultura digital e foi reconhecida por utilizar a tecnologia de forma a impactar as práticas pedagógicas e a mudar a experiência de aprendizagem junto aos estudantes. Quem explica é o diretor do campus Buritis do Uni-BH, Eduardo França.

PUBLICIDADE

Segundo ele, agora, as ações de todos os cursos das diferentes áreas do conhecimento levarão em conta iniciativas de tecnologia da informação, de maneira a pensá-los na perspectiva profissional, incluindo o tratamento de dados. Este é o caso, por exemplo, do Health Lab 4.0, que uniu acadêmicos de diversas áreas do conhecimento, de modo a fomentar iniciativas inovadoras, promover a vivência prática do empreendedorismo e possibilitar o intercâmbio de aprendizados.

“Estão envolvidos os cursos de medicina, odontologia, biomedicina, ciências da computação e sistemas de informação, além de agentes da comunidade e empreendedores. Todos atuam em conjunto para a construção de soluções para a Clínica Integrada de Saúde, a partir do uso de dados”, explicou.

Mas este é apenas um exemplo do que a certificação pode agregar à instituição de ensino, uma vez que com a capacitação de alunos e professores, novos projetos estão sendo desenvolvidos. Apenas no ano passado, 40 alunos foram impactados e 123 professores participaram do processo de formação com o Google For Education.

França também ressaltou a importância da parceria com o Google no período de pandemia, que proporcionou um cenário “especialmente desafiador, mas ao mesmo tempo, proveitoso’’.

“O processo de adaptação foi rápido. Imediatamente, migramos todas as disciplinas, práticas e teóricas, para o ambiente virtual. Desde então, temos conseguido gerenciar as atividades de suporte ao acadêmico e as próprias aulas à distância, de modo síncrono, o que foi possível devido às plataformas que já tínhamos disponíveis. A parceria com o Google for Education nos permitiu, também, dar continuidade à formação dos nossos estudantes com qualidade e eficiência”, detalhou.

Vale destacar que a parceria com o Google for Education por meio das formações com a Foreducation EdTech iniciou-se em 2019 e desde então todos os professores passaram por formações para o uso das ferramentas do G Suite.

Ambiente dinâmico – Segundo o coordenador, as soluções contribuíram para um ambiente mais dinâmico e interativo entre professores e alunos, com a utilização, por exemplo, da nuvem para disponibilização de conteúdos. A colaboração é outro ponto importante nessa parceria porque os alunos tiveram a oportunidade de fazer atividades de forma colaborativa, contando com a orientação do professor.

Já a consultoria da Foreducation EdTech foi uma oportunidade para que os professores pudessem transformar e otimizar o ensino e a aprendizagem, tendo como referência as soluções do programa.

“Para além da tecnologia, a transformação da cultura digital proporciona um impacto positivo nas práticas pedagógicas, além de tornar a aprendizagem dos estudantes mais produtiva”, finalizou.

Newton Paiva lança seguro estudantil

Dar continuidade aos estudos tem sido um dos grandes desafios para muitas pessoas durante a pandemia. Segundo um levantamento da Associação Profissional das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo (Semesp), a taxa de evasão do ensino superior no primeiro semestre de 2020 foi de 10,1%. Para tentar conter essa tendência, o Centro Universitário Newton Paiva lançou este ano um seguro educacional. A indenização, cujo valor é calculado com base no líquido da mensalidade, é oferecida para todos os alunos de graduação e pós, desde que não sejam bolsistas integrais.

“Nosso principal objetivo com essa medida é oferecer condições para que os alunos possam se manter na universidade mesmo diante de imprevistos financeiros. Viabilizar a continuidade dos estudos é uma forma de garantir a entrada de novos profissionais no mercado e contribuir para a manutenção da economia no longo prazo”, afirma Renata Melodivo, responsável pelo setor financeiro da instituição.

O seguro conta com duas modalidades. A primeira delas é a cobertura de perda de renda, e é válida para alunos cujos responsáveis financeiros percam o emprego (mínimo 12 meses ininterruptos, com vínculo empregatício CLT) ou fiquem impedidos de exercer suas atividades profissionais autônomas por um período superior a 15 dias. Será assegurado o pagamento de até 4 mensalidades contratuais, a partir da data do evento.

Além disso, existe a cobertura básica, que assegura o pagamento de todas as mensalidades até o fim do ano letivo, a partir da data do evento. Essa modalidade é válida para casos de óbito ou invalidez permanente do responsável financeiro do aluno, que será indicado no contrato de matrícula. Caso haja alteração do responsável financeiro, o aluno deve informar na secretaria em um procedimento próprio.

Com 47 anos de história, três modernos complexos em Belo Horizonte e mais de 80% do corpo docente formado por mestres e doutores, a Newton está entre as principais instituições de ensino superior de Minas Gerais. A Newton oferece cursos de graduação, pós-graduação e a distância nas áreas de ciências exatas, tecnologia, saúde, comunicação, ciências sociais e direito, além de programas de iniciação científica e de extensão e cursos livres on-line e presenciais.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!