Na primeira rodada do programa InovaAí o foco foram questões ligadas à siderurgia | Crédito: Charles Silva Duarte/Arquivo DC

A Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais (Usiminas) encerrou o primeiro ciclo do InovaAí Ideias, iniciativa de estímulo à inovação da companhia. Ao todo, 13 projetos de colaboradores da empresa foram implementados em diversas áreas da siderúrgica.

Juntas, as propostas têm ganhos potenciais anuais da ordem de R$ 24 milhões. A primeira etapa do segundo ciclo já teve início e vai até meados de agosto.

As informações são da gerente de Inovação da Usiminas, Ericka Menegaz. Segundo ela, o programa vai acontecer todos os anos e, além de verem suas propostas saírem do papel, os funcionários contemplados também recebem prêmios em dinheiro.

“Não premiamos a ideia, mas a implementação da mesma. Qualquer colaborador pode acessar a plataforma e sugerir soluções, que passam por bancas avaliadoras, são prototipadas e uma vez comprovada a eficácia, são implementadas e premiadas”, explicou.

Na primeira rodada do programa o foco foram questões ligadas à siderurgia, divididas em três grandes frentes: segurança e meio ambiente, automatização e otimização de atividades, processos e rotinas e captação e retenção de clientes.

Foram cadastradas 343 ideias, das quais 36 foram selecionadas. E, ao longo das três etapas seletivas da ação, as propostas foram avaliadas em diferentes pontos, até que 13 chegaram à fase de testes piloto. Dessas, seis foram selecionadas como vencedoras do desafio.

Conforme a gerente, para escolha das ideias levou-se em conta critérios como sinergia com um dos temas estabelecidos; presença de colaboradores da área de implementação; benefício quantitativo potencial definido; relevância para a empresa; abrangência; grau de inovação; interações na plataforma; e clareza da apresentação.

“Nosso objetivo principal com o InovaAí era mostrar na prática que todos podem inovar e inovação traz resultados para a empresa. É algo pode acontecer de forma simples, espontânea, dentro da empresa, mas precisa da participação de todos colaboradores”, defendeu.

Ainda segundo Ericka Menegaz, o programa conta com quatro fases: captura de ideias, seleção, execução e premiação. A de maior duração é de execução, momento em que são coletados os resultados. Para se ter uma ideia, em termos de segurança, o primeiro ciclo registrou 10 riscos que eram críticos e passaram para baixo risco; 11 críticos que passaram para médio risco e cinco médio risco para baixo risco.

Na edição de 2020, além da siderurgia, serão incluídas propostas para a Unigal e para a Mineração Usiminas. A plataforma para registro das sugestões já está habilitada e as ideias podem ser cadastradas até dia 15 de agosto.

VENCEDORES 2019

Categoria sem orçamento:
• Movimento Desnecessário de Eletrodos
• Treinaço – Procedimentos em Vídeo
• Perfuração do Furo de Gusa com Uso de Oxigênio no Perfurador

Categoria com orçamento:
• Inovisão – Inspeção de Defeitos de Decapagem
• Amonia Energy – Substituição de Energéticos Via Queima de Amônia
• Usicontrol – Rastreio de Produtos

Escolha do público:
• Otimização do Tratamento Térmico