Crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Rio de Janeiro – O surto do novo coronavírus na China não resultou em problemas até o momento para a exportação de petróleo do Brasil para o país asiático, afirmou nesta sexta-feira (14) o diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Décio Oddone.

Oddone reconheceu expectativas que apontam para uma queda do consumo de petróleo pela China, devido às restrições de viagens aéreas, rodoviárias e ferroviárias, mas ressaltou não ter registro de problemas no Brasil.

“Aqui não vimos (impacto) ainda. Não tenho informação de nenhuma empresa relatando dificuldade de negociação e venda de petróleo para a China”, afirmou ao participar de cerimônia de assinatura de contratos de rodadas de licitações realizadas no ano passado.

Do total que a Petrobras exporta, 70% segue para a China. Recentemente, o presidente da empresa, Roberto Castello Branco, afirmou a companhia não foi afetada pelo coronavírus em termos de exportações e vendas.

(Reuters)