Crédito: Divulgação

O Brasil vai ganhar mais uma conexão com um destino internacional a partir de junho deste ano. A Azul anunciou a nova rota diária Nova York-Campinas. Este é o terceiro destino norte-americano oferecido pela companhia que opera voos a partir de Orlando e Fort Lauderdale, na Flórida.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, ressaltou que a nova oferta de voos será importante para aumentar o fluxo de turistas norte-americanos ao país. “Com a isenção de vistos, houve um aumento de 25% de turistas dos Estados Unidos no País e a procura deles pelo destino Brasil cresceu 32%. Precisamos dar opções atrativas de conexão para poder ampliar ainda mais este número”, comentou.

A companhia aérea vai utilizar aeronaves Airbus A330, com capacidade para 242 passageiros, incluindo poltronas-cama na classe executiva e sistema de entretenimento individual com telas sensíveis ao toque em todos os assentos.

O anúncio da nova rota aconteceu logo após a Azul comprar a empresa aérea regional TwoFlex, a fim de ampliar os destinos regionais.

Frota – Até março deste ano, o Brasil contará com 84 novos voos internacionais em 28 diferentes rotas, além de outras 23 frequências adicionais em rotas já existentes. Entre os destaques estão as estreias da rota São Paulo-Munique, da Lufthansa, Fortaleza-Madri, da Air Europa, Rio de Janeiro-Nova York, da Delta, e São Paulo-Lima, da Gol.

A chegada das companhias de baixo-custo também ampliou a conectividade internacional. A SKY Airlines trouxe a ligação entre Santiago e as cidades brasileiras de Florianópolis e Salvador; a Flybondi conta com operações entre El Palomar e Galeão (RJ) e entre Buenos Aires e Florianópolis; a chilena JetSMART opera na rota Santiago-Foz do Iguaçu; além da Virgin Atlantic que vai operar Londres-São Paulo. (Com informações do Ministério do Turismo)