Crédito: REUTERS/Amanda Perobelli

São Paulo – O governo federal está no caminho para vender R$ 150 bilhões em ativos estatais este ano, cerca de 40% mais que em 2019, reafirmou nesta quarta-feira (29) o secretário de desestatização e desinvestimento, Salim Mattar.

Mattar disse ainda que o governo vendeu R$ 105,4 bilhões no ano passado, acima da meta de R$ 80 bilhões.

Em janeiro ele já havia citado a cifra de R$ 150 bilhões e destacou que o foco do governo deste ano seriam as empresas do grupo Eletrobras.

O secretário também voltou a dizer que a privatização dos Correios não deve acontecer antes de dezembro de 2021 e que as companhias de processamento de dados Serpro e Dataprev não serão vendidas antes de junho de 2021.

“Eu queria que pudéssemos vender estas empresas mais rápido, mas tudo demora demais num governo”, explicou.

A companhia de comunicações EBC deve ser vendida até 2022, disse Mattar.

(Reuters)