Parques mineiros oferecem contato com a natureza
Crédito: Divulgação

Os interessados em curtir um Carnaval em contato com a natureza têm nos Parques Estaduais de Minas Gerais uma opção que oferece banhos de cachoeira, subidas a picos, trilhas, passeios pela Mata Atlântica e Cerrado e visita a grutas.

As unidades de conservação administrada pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF) estão espalhadas pelo Estado e algumas prepararam atividades específicas para o período da folia.

No Parque Estadual da Serra do Brigadeiro, na região da Zona da Mata, a programação terá início no sábado (22) com a realização de uma trilha até a Pedra do Pato. A atividade tem nível de dificuldade médio, com duração de cerca de 7 horas e saída às 8h30. As inscrições estão limitadas a 15 pessoas e a realização da trilha depende das condições climáticas. No dia 23, a partir das 17 horas, será realizada a Trilha do Pôr do Sol, que terá duração de cerca de 3 horas. As inscrições para as atividades podem ser feitas pelo telefone (32) 3721.7491.

Durante todo o período do Carnaval, o parque realizará ainda a trilha sensorial, com os participantes sendo vendados e podendo explorar os sentidos do olfato, tato e audição para conhecer melhor a biodiversidade local. Outras atividades serão as caminhadas até os Picos do Grama e Muriqui e brincadeiras lúdicas para crianças.

Já em sua 7ª edição, o Ecofolia, realizado no Parque Estadual Mata do Limoeiro, em Ipoema, distrito de Itabira, envolve visitantes e comunidade do entorno. A programação inclui painel com debates sobre o parque com instituições e lideranças locais; caminhada noturna; apresentações culturais; lançamento da exposição “Drummond: Vida e Obra”; trilha dos sentidos; plantio de mudas; homenagens e palestras.

O projeto conta com o patrocínio e apoio de empresários locais, da Prefeitura de Itabira e do Ministério Público. A realização é feita pelos servidores do parque. Durante a programação acontecerá o lançamento da 20º edição da Revista Gigante Verde, que pela primeira vez será impressa e distribuída a moradores e visitantes como forma de divulgação e conhecimento das ações desenvolvidas no parque e seu papel de proteção e inclusão.

Em Diamantina, o Parque Estadual do Biribiri realiza o projeto “Em harmonia com a folia”. Durante os cinco dias do recesso de Carnaval a equipe do IEF desenvolverá atividades de educação ambiental e orientação aos visitantes para a proteção das riquezas naturais da unidade de conservação, localizada numa das cidades mais procuradas no Carnaval mineiro. O trabalho também inclui levantamento de dados de visitantes e é realizado em conjunto com voluntários que são selecionados especialmente para a ação.

Na região Leste do Estado, a equipe do Parque Estadual do Rio Doce espera receber um grande número de turistas durante o período do Carnaval. Em 2019, foram 664 visitantes. Para este ano, a unidade de conservação realizará os já tradicionais trekkings na Trilha do Vinhático e na Trilha do Angico Vermelho, além de atividades de introdução a técnicas de observação de aves na Mata Atlântica.

O Monumento Natural Estadual Gruta Rei do Mato, em Sete Lagoas, manterá as visitas à famosa Gruta Rei do Mato durante os dias do Carnaval. O diferencial será uma matinê com as crianças da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) da cidade, no dia 20/2, com atividades educativas ligadas à questão ambiental. A unidade integra a Rota Lund que também inclui o Parque Estadual do Sumidouro (onde fica a Gruta da Lapinha) e o Monumento Natural Peter Lund, onde está localizada a Gruta de Maquiné.

Minas Gerais possui 18 parques estaduais e três monumentos naturais que dispõem de infraestrutura para receber visitantes. (Da Redação)