COTAÇÃO DE 25/01/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5074

VENDA: R$5,5089

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5074

VENDA: R$5,5089

EURO

COMPRA: R$6,6799

VENDA: R$6,6828

OURO NY

U$1.856,15

OURO BM&F (g)

R$327,82 (g)

BOVESPA

-0,80

POUPANÇA

0,1159%%

OFERECIMENTO

Mercantil do Brasil - ADS

INFORMAÇÕES DO DOLAR

livre Turismo

Circuito de Poços de Caldas será modernizado

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Crédito: Divulgação

A Prefeitura de Poços de Caldas abriu ontem a fase de consulta pública destinada a colher manifestações sobre a concessão de uso para gestão, pela iniciativa privada, de equipamentos turísticos da cidade do Sul de Minas. O edital é baseado em estudo de viabilidade realizado pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG). Estão incluídas no modelo de concessão as obrigações de gestão, as melhorias e a operação de quatro atrativos, em formato de circuito turístico integrado. São eles: o Complexo Turístico Cristo Redentor, que inclui o teleférico da cidade; a Fonte dos Amores; o Recanto Japonês; e o Complexo Turístico Véu das Noivas.

O modelo proposto para a concessão de uso, elaborado em conjunto pelo BDMG e pelo Poder Municipal, determina que a empresa vencedora assuma os espaços e opere os quatro atrativos turísticos de modo integrado, com previsão de R$ 37 milhões em investimentos na construção e substituição de equipamentos e melhorias nas instalações. Em troca, a empresa vencedora poderá explorar economicamente os espaços por 30 anos.

“O estudo realizado pelo BDMG aponta que a concessão integrada dos atrativos turísticos é a ideal e uma grande oportunidade para atrair a iniciativa privada, beneficiando a população local e melhorando a experiência do turista que visita a cidade”, diz o superintendente de Estruturação de Projetos do BDMG, Daniel Lage.

De acordo com o prefeito Sérgio Azevedo, o programa marca uma nova fase para o setor na cidade, requalificando o turismo local. Para ele, somente por meio de parcerias será possível manter e revitalizar os espaços, criando novas possibilidades de atrações nos diversos pontos turísticos. As parcerias público-privadas já vêm sendo sucesso em muitos locais pelo Brasil, demonstrando ser o caminho certo. “A nossa expectativa é atrair novos investimentos e valorizar os nossos atrativos, que são maravilhosos!”, afirma.

O município de Poços de Caldas manterá a propriedade dos imóveis e será remunerado mensalmente por essa cessão, além de arrecadar recursos da concessionária com a cobrança do ISS sobre os serviços oferecidos.

As empresas interessadas em obter mais informações sobre o edital e seus anexos devem procurar a Prefeitura de Poços de Caldas ou acessar o site da prefeitura até o dia 21/02, quando se encerra a fase de consulta pública. A Prefeitura de Poços de Caldas e o BDMG irão realizar encontros durante o período da consulta pública – previstos para ocorrer em Belo Horizonte, Poços de Caldas e São Paulo – para divulgação e esclarecimentos das empresas interessadas.

Dúvidas ou esclarecimentos acerca da consulta bem como a apresentação de sugestões deverão ser encaminhados para o e-mail: turismopcaldas@gmail.com.

A audiência pública está prevista para acontecer no dia 18/02 de modo a promover o debate com a população de Poços de Caldas sobre o projeto, atraindo sugestões de melhorias e novas ideias.

Todas as sugestões apresentadas durante a consulta pública serão avaliadas para a composição do edital de concessão de uso a ser divulgado em março de 2020. Saiba mais sobre os equipamentos turísticos a serem concedidos:

Complexo Turístico Cristo Redentor: localizado no alto da Serra de São Domingos, no ponto mais alto do município, é composto pelo Monumento Cristo Redentor, salão multiuso, estacionamento, rampa de acesso ao teleférico, calçadas, jardins circundantes, estrada de acesso e área de mata. Faz parte desse complexo o Teleférico, inaugurado há mais de 40 anos com o objetivo de transportar moradores e turistas do centro da cidade até o alto da Serra de São Domingos. É operado pela Prefeitura desde o ano de 2000.

Fonte dos Amores: é um dos atrativos mais antigos de Poços de Caldas. Conta com uma pequena cascata que surge em meio à vegetação, harmonizada com um projeto paisagístico e a famosa escultura e símbolo da cidade, feita em 1929 pelo italiano Giulio Starace, denominada “Grupo dos Amores”. Integrada à diversidade ecológica da Serra de São Domingos, a Fonte dos Amores tem um ar romântico, com lendas, poemas e estátua dedicada ao amor. O local também conta com bica de água potável proveniente da Serra, muito utilizada pela população. É também a partir da Fonte dos Amores que sai a principal trilha que dá acesso ao topo da Serra de São Domingos e aos pés do Cristo Redentor, descortinando uma belíssima vista panorâmica de Poços de Caldas, a 1.686 m de altitude.

Recanto Japonês: foi aberto ao público em 1975 como agradecimento à cidade pela recepção a uma empresa japonesa de fertilizantes, mas é gerido pela prefeitura. O jardim tem paisagismo e construções que remetem à cultura japonesa – uma réplica dos jardins japoneses – e foi implantado em uma das encostas da Serra de São Domingos. O espaço foi projetado para ser um local de meditação e contemplação, proporcionando momentos de bem-estar e contato com a natureza.

Complexo Turístico Véu das Noivas: também inaugurado em 1975, o complexo foi criado para oferecer uma estrutura capaz de atender os visitantes que iam contemplar a beleza das três quedas d’água que formam a cachoeira que dá nome ao local. Em meio a uma abundante área verde, o complexo possui restaurante, parquinho infantil e trenzinho, além de passeios, portaria, banheiros e estacionamento. (Com informações do BDMG)

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente