“Todos por Minas”

A Ordem dos Músicos do Brasil e a União Brasileira de Compositores (UBC) promovem nesta segunda-feira, às 20h, no Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube (CCMTC), o show beneficente “Todos por Minas”, idealizado pelo jornalista e escritor Jorge Fernando dos Santos, reunindo 20 artistas. O objetivo é arrecadar fundos para ajudar as mais de 50 mil pessoas desabrigadas em decorrência do excessivo volume de chuvas na capital e em várias cidades de Minas Gerais. O evento tem o apoio do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), do restaurante Xico da Kafua e do Minas Tênis Solidário, programa de responsabilidade socioambiental do Minas. Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia) e podem ser adquiridos na bilheteria do teatro ou no site.

“Cinema Falado”

O projeto “Cinema Falado”, que traz mensalmente filmes brasileiros para serem exibidos e comentados por especialistas no MIS Cine Santa Tereza, terá na, próxima terça-feira, às 19 horas, na sala Geraldo Veloso, o longa “À Meia Noite Levarei sua Alma”, de José Mojica Marins, com o lendário personagem “Zé do Caixão”. Em novembro de 2015 o filme entrou na lista feita pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos. O crítico de cinema Marcelo Miranda comentará o filme. A entrada é gratuita. O endereço é Praça Duque de Caxias, no bairro Santa Tereza.. A promoção é do Centro de Estudos Cinematográficos e do Instituto Humberto Mauro.

Política de arquivos

A Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult) deu mais um importante passo para o fortalecimento da política pública cultural no Estado, com a reativação do Conselho Estadual de Arquivos (CEA). A primeira reunião ordinária do órgão ocorreu na última quinta-feira, no Arquivo Público Mineiro (APM), em Belo Horizonte, quando os novos membros foram empossados pela subsecretária de Cultura, Rute Assis. As atividades do CEA estavam paralisadas desde 2017, quando ocorreu a última reunião do grupo gestor, que tinha dois encontros por ano. No encontro, foram apresentadas as diretrizes e as ações da política estadual de arquivos, a partir da reativação do conselho, que possui representantes do poder público e da sociedade civil.

“Sócio reconstrução”

Neste mês, Gleidson Batista, diretor da Associação de Proteção Veicular (Bem Protege) –patrocinadora oficial do Cruzeiro Esporte Clube – lançou o desafio “Sócio reconstrução” para o empresário e médico mineiro Lucas Penchel. Com o objetivo de angariar recursos para a reconstrução do time, que atualmente passa por uma intensa crise estrutural e financeira, o desafio será direcionado a todos os grandes empresários cruzeirenses. O primeiro desafiado foi o médico, que se dispôs a fechar 100 novas cotas do “Sócio reconstrução”, o que irá gerar cerca de R$ 14.400. Todo o valor será doado ao filho da torcedora e funcionária do Cruzeiro Maria Salomé da Silva, que é um dos grandes símbolos do clube e que faleceu no ano passado.

Mural da Templuz

Existe conexão entre memórias, louças e capacetes em uma só tela? Apesar de inusitada, a resposta é sim. A obra “Sonho de Valsa”, do artista plástico Lúcio Carvalho, que estampará o novo Mural Templuz, prova ser possível a junção de todos esses elementos. A obra ficará exposta até março no paredão da Templuz, na avenida Nossa Senhora do Carmo, 1.150, no Sion. Conhecido por um estilo marcado pelo exagero na perspectiva, fusão e profusão de elementos, Lúcio Carvalho recria na tela as memórias de sua infância. Com exposições em galerias e centros culturais no Brasil, Argentina, Itália, Estados Unidos, França, Bélgica, Holanda e Japão, o artista elabora suas obras a partir de elementos representativos de uma determinada época de sua vida, como espelhos, flores, pessoas e louças.