DC LIVROS | 14/03

Lançamento

Guiar a dança conforme a música. Essa frase ilustra o tema do quarto livro do formador de líderes, palestrante e escritor Louis Burlamaqui, que será lançado no dia 17 de março, às 18h30, no Tetro Ney Soares (rua Diamantina 453, Lagoinha), em Belo Horizonte. A obra: “Liderança Fluida – construindo ambientes onde vale a pena viver e produzir em alta performance” (Editora Merope) traz como preceito a necessidade de substituir o modelo gerencial tradicional fundamentado em hierarquias consolidadas e estáticas para um novo tipo de organização, baseado, principalmente, na colaboração e cocriação entre seus membros.

Segundo Louis, a liderança fluida não é apenas um novo conceito para os dias atuais, mas uma metodologia prática para estimular a alta performance e a percepção do papel dos profissionais na conquista de objetivos. “Você não pode ter o mesmo estilo de liderança em todas as ocasiões, em todos os setores. Depende do contexto, da situação e das pessoas. Liderança Fluida é isso. É preciso se transformar o tempo todo”, diz.

A obra, que é voltada para o mundo business, é baseada em quatro mindsets: Senso de Responsabilidade (as pessoas se apropriando das coisas); Alta Performance (quando você faz uma entrega acima das expectativas dos clientes); Senso de Sinergia (as pessoas somando) e Senso de Inovação (as pessoas criando o futuro).

Com um estudo baseado na ancestralidade, o livro mostra que os seres humanos quando submetidos à determinadas condições, tem padrões de reação parecidos e se estimulados podem alterar comportamentos. O livro aborda quadro ondas de mudança do mundo desde a época das cavernas até o mundo conectado moderno e mostra que até hoje as pessoas respondem a estes quatro movimentos na forma de comportar e produzir. E acrescenta: trata-se de uma abordagem ancestral da liderança conectada com o mundo exponencial.
O livro aborda também a necessidade de conhecer, ouvir, entender e compreender as pessoas que são lideradas.

“Tenho colocado em prática esta metodologia em várias empresas e com diversos profissionais e precisava levar isso para um livro, compartilhar essas vivências. É um método que funciona na prática”, destaca. (Liderança Fluida – construindo ambientes onde vale a pena viver e produzir em alta performance, Louis Burlamaqui, Editora Merope, 240 páginas, R$ 69,90)

O que eu não posso deixar de fazer hoje?

Carlos Júlio sempre foi uma pessoa ocupada. Filho de imigrantes portugueses, ele foi criado no boteco e no empório do pai com muitas tarefas a cumprir. Hoje, quem vê o autor, cuja carreira está consolidada e reúne no currículo atribuições como professor, palestrante, executivo, empreendedor, board member, colunista de rádio, coach de presidentes de empresas, além de avô, pai, marido e amigo não imagina como ele consegue se desdobrar entre tantos afazeres. Assim como a maioria das pessoas, Carlos Júlio já se sentiu sufocado com o tempo.

Neste livro, que chega às lojas pelo selo Planeta Estratégia, um dos principais palestrantes do País compartilha com o leitor suas estratégias para desenvolver uma boa relação com o tempo e conseguir produzir cada vez mais sem abrir mão da saúde e da alegria de viver.

A obra gira em torno da pergunta que dá título ao livro: O que eu não posso deixar de fazer hoje?, frase que parece simples, mas coloca em foco aquilo que nas matrizes de gestão de tempo costumam chamar de “importante e urgente”. Ao longo das páginas, Júlio apresenta sua metodologia de time management, abordando os elementos foco, disciplina e organização, que possibilitam alcançar a máxima eficácia nos âmbitos profissional e pessoal, além de defender a importância das pausas e ajudar a identificar e se afastar dos «ladrões do tempo».

Em O que eu não posso deixar de fazer hoje?, Carlos Júlio também explica o conflito entre os tempos Cronos, a exemplo da divindade mitológica, o tempo tirano, e Kairós, o tempo que desejamos, e como é possível lidar com eles.

No livro, o autor apresenta ferramentas de gestão de tempo, mostrando qual é a melhor maneira de usar a agenda e o caderno. O livro vai ajudar os leitores a deixarem de ser escravos do tempo, aprendendo a organizar a rotina e reconciliar o tempo interno com as exigências cotidianas. (O que eu não posso deixar de fazer hoje?, Carlos Júlio, Planeta Estratégia, 192 páginas, R$ 44,90)

A construção de uma marca com propósito

Gostaria de sugerir uma pauta focada na indicação de um livro, se possível. Seria sobre a obra “A construção de uma marca com propósito”, que chega às livrarias agora em fevereiro. Mais do que destacar a importância do propósito, Marlin Kohlrausch, presidente do conselho da Calçados Bibi, mostra exemplos práticos já vividos com o intuito de inspirar empresários e empreendedores. Abaixo, seguem mais detalhes. Veja se rende para você, por favor.

Em abril de 2019, a Calçados Bibi completou 70 anos de atuação e anunciou a sucessão no cargo de presidente. Na ocasião, Marlin Kohlrausch, então presidente, passou o bastão para sua filha e diretora de varejo, Andrea Kohlrausch. O empresário, que ficou à frente da empresa por décadas, reuniu experiências, desafios e lições que aprendeu ao longo dos anos para escrever o livro “A construção de uma marca com propósito”. A obra contou com pesquisa e edição das jornalistas, Katia Simões.

Publicado pela Editora Gente, o livro trata sobre os segredos de gestão para que executivos de todos os portes, empreendedores e profissionais liberais possam construir empresas sólidas, valiosas e, principalmente, duradouras.

A obra utiliza a história da Calçados Bibi como pano de fundo para mostrar e comprovar que para perpetuar uma marca ou uma empresa é preciso ser fiel ao seu propósito. “Empresas sem propósito, com cultura imediatista focada apenas no lucro não sobrevivem”, afirma o autor. No livro, Marlin Kohlrausch, a mente por trás de décadas de ouro da Calçados Bibi, compartilha como identificar, valorizar e priorizar o propósito no dia a dia das empresas. Segundo ele, é o propósito que conquista, fideliza e engaja colaboradores, parceiros e clientes.

Com 70 anos de história, a empresa é pioneira na fabricação de calçados infantis no Brasil. Para contribuir ainda mais com sua visão, Marlin contou com a cooperação de sete colaboradores líderes nos mercados em que atuam. Cada um colaborou com sua expertise em temas como: varejo, inovação, empreendedorismo, entre outros. São eles: Gastão Eduardo de Campos, da Agência Gas; Marcone Tavares, presidente da Ablac e da Abys Calçados; Lyanna Bittencourt, sócia da Bittencourt Consultoria; Clovis Tramontina, presidente da Tramontina; Alberto Serrentino, consultor da Varese; Volnei Garcia, da Fundação Dom Cabral; e Cristina Franco, membro do conselho da Calçados Bibi.

Uma das principais características da obra é proporcionar uma leitura agradável e rápida. Exemplos e histórias reais tornam o livro muito acessível e despertam a curiosidade do leitor. “A construção de uma marca com propósito” não pretende ser um livro acadêmico nem restrito a gestores de alto escalão. A ideia é compartilhar conhecimentos, histórias e a prática, que na visão do autor, é o que mais interessa ao leitor. (A construção de uma marca com propósito, Marlin Kohlrausch, Editora Gente, 208 páginas, R$ 39,90)