Dívida federal recua em janeiro e atinge R$ 4,2 trilhões
Crédito: Marcello Casal/Agencia Brasil

A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), fechou o ano de 2019 em 4,31%, taxa superior aos 3,75% observados em 2018.

Segundo dados divulgados nessa sexta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro Geografia e Estatística (IBGE), o índice também ficou acima do centro da meta de inflação de 4,25%, estipulada pelo Conselho Monetário Nacional para 2019.

O principal componente que influenciou o IPCA em 2019 foi a carne, com impacto 0,86% no índice, que representou, também, o maior efeito individual no ano.

No acumulado do ano, a alta ficou em 32,40%, sendo que a maior parte, 27,61%, se concentrou no último bimestre de 2019, o que foi o suficiente para que o índice fechasse o ano passado em 4,31%, a maior taxa desde 2016, e superior ao centro da meta de inflação de 4,25% fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

Em dezembro, o indicador registrou a maior alta para o mês, desde 2002, de 1,15%, enquanto em novembro tinha sido de 0,51%.

(Agência Brasil)