Crédito: AP/Photo/Frank Franklin II/Agencia Sputnik

O embaixador do Irã nas Nações Unidas enviou carta ao secretário-geral da ONU, António Guterres, ressaltando que seu país quer evitar novos confrontos militares com os Estados Unidos (EUA).

A missão permanente do Irã na ONU divulgou nessa quarta-feira (8) a carta enviada pelo embaixador Majid Takht Ravanchi na qual ele justifica como legítima defesa o ataque iraniano a uma base aérea americana no Iraque.

Ele disse que o ataque foi feito “de acordo com seu direito inerente nos termos do Artigo 51 da Carta das Nações Unidas.”

Ele explicou que o Irã adotou medidas proporcionais contra a base aérea americana no Iraque, da qual partiu o “covarde” ataque que matou o comandante Qassem Soleimani.

Entretanto, Ravanchi deixou claro que o Irã não deseja uma piora da situação e não busca a guerra.

A carta é vista como uma resposta ao pronunciamento da última quarta-feira (8) do presidente dos EUA, Donald Trump.

(Agência Brasil)