O Brasil registrou um rendimento domiciliar per capita de R$ 1.438,67, em 2019 frente ao valor de R$ 1.373,00 apurado em 2018.

O valor foi anunciado nessa sexta-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em pesquisa feita com base nas informações colhidas na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) que são enviados ao Tribunal de Contas da União (TCU).

O Distrito Federal foi a unidade da federação com a maior renda em domicílio per capita: R$ 2.685,76. Enquanto o Maranhão registrou o menor valor: R$ 635,59.

Em São Paulo, a renda foi de R$ 1.945,73. No Rio de Janeiro, 1.881,57. E em Minas Gerais, de R$ 1.357,59.

A Pnad Contínua é realizada em 211 mil domicílios de 3.500 municípios. A divulgação do rendimento nominal mensal dos domicílios brasileiros serve como um dos critérios de rateio do Fundo de Participação dos Estados e dos Distrito Federal (FPE).

(Agência Brasil)