COTAÇÃO DE 07/12/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6180

VENDA: R$5,6180

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6500

VENDA: R$5,7830

EURO

COMPRA: R$6,3427

VENDA: R$6,3451

OURO NY

U$1.784,35

OURO BM&F (g)

R$323,23 (g)

BOVESPA

+0,65

POUPANÇA

0,5154%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Coronavírus livre

Seapa vai monitorar preços de alimentos da Ceasa Minas

COMPARTILHE

Frutas
Crédito: Divulgação

Diante da crise causada pela pandemia do Covid-19 em todo o País, a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) de Minas Gerais passou a monitorar os preços das frutas e hortaliças mais vendidas na Ceasa Minas. A cada semana, dois relatórios com a variação dos valores desses produtos – com dados referentes aos últimos 15 dias – serão divulgados no site da pasta.

Segundo o superintendente de Inovação e Economia Agropecuária da Seapa, Carlos Eduardo Oliveira Bovo, a medida foi adotada com o objetivo de evitar o desabastecimento e garantir um preço justo tanto para os consumidores quanto para os produtores.

PUBLICIDADE

“Esse acompanhamento poderá, por exemplo, sinalizar algum problema no abastecimento. Quando falta algum produto, a tendência é o preço subir. Se isso acontecer, vamos buscar a identificação do problema e a adoção de medidas para minimizá-lo”, esclarece.

Ainda de acordo com o superintendente, para garantir o equilíbrio do mercado e evitar que os agricultores sejam alvo de especulações, o mesmo acontecerá quando houver queda acentuada no preço de algum item. “Estamos vivendo um período em que tudo ganha uma proporção alarmante. Neste sentido, nosso objetivo é realizar o acompanhamento para que nenhum dos elos da cadeia seja prejudicado”, completa Bovo.

Os relatórios também ajudarão a evitar a prática de preços abusivos ao consumidor, além de garantir que produtos de qualidade continuem sendo oferecidos. “Estes dados servirão, ainda, para auxiliar o Estado em tomadas de decisões mais assertivas e precisas, principalmente em momentos de crise”, contextualiza o superintendente.

Variações dentro do esperado – A análise considerou os preços de 20 produtos comercializados no entreposto da Grande BH da Ceasa Minas, localizado em Contagem, no período de 16 de março a 1º de abril. Entre os produtos que apresentaram variações mais significativas está o limão Tahiti, que chegou a ter um aumento de 55,6%, passando de R$ 2,25/kg, no dia 20 de março, para R$ 3,50/kg, em 23 de março. Entretanto, nos dias seguintes, o produto sofreu quedas consecutivas e, em 1º de abril, foi comercializado a R$ 1,50/kg.

Entre as hortaliças, as oscilações mais notáveis foram do pimentão, com 120,5% de aumento entre o dia 27 (R$ 1,66/kg) e 30 de março (R$ 3,66/kg). No dia 1º de abril, o preço teve queda de 39,3% e passou a ser de R$ 2,22/kg. O tomate também apresentou grande variação de preço, subindo de R$ 2,25 para R$ 4,50 o quilo (+100%) do dia 18 para 20 de março. Assim como o pimentão, a hortaliça voltou a cair e retomou o preço inicial no primeiro dia de abril.

O superintendente de Inovação e Economia Agropecuária, Carlos Eduardo Bovo, diz que, em razão da atual situação, as oscilações de preço estão dentro da normalidade.

“Alguns produtos sofreram impacto por conta da redução, por exemplo, do consumo em restaurantes. Apesar da grande oscilação dos preços de algumas frutas e hortaliças neste período, a tendência é de normalização nas próximas semanas”, analisa.

Na próxima semana, os relatórios divulgados trarão os dados referentes ao período de 23 de março a 10 de abril de 2020. (Com informações da Seapa)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!