DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,1220

VENDA: R$5,1230

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1430

VENDA: R$5,2800

EURO

COMPRA: R$6,1922

VENDA: R$6,1950

OURO NY

U$1.876,87

OURO BM&F (g)

R$309,26 (g)

BOVESPA

+0,13

POUPANÇA

0,2019%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Coronavírus Negócios-destaque

Aplicativo inova para reduzir riscos da Covid-19 nas escolas

COMPARTILHE

A solução possibilita que pais de alunos, com seus smartphones, avisem à portaria que estão próximos ao colégio | Crédito: Reprodução/BHTRANS

O avanço da pandemia do novo coronavírus no Brasil criou grandes desafios para as escolas de todo o País, sendo que boa parte delas continua de portas fechadas. Além de se reinventarem para oferecer o ensino a distância, em um curto espaço de tempo, foram obrigadas a desenvolver um novo formato para a retomada das aulas presenciais.

Uma das startups investidas pelo BMG UpTech, a Filho Sem Fila, que disponibiliza um sistema de segurança e logística escolar para agilizar a entrada e saída dos alunos e melhorar o trânsito no entorno das instituições de ensino, também não ficou parada nesse período: estreitou o relacionamento com diretores e outros profissionais dos colégios parceiros e, assim, agregou funcionalidades ao aplicativo, que irão contribuir para reduzir os riscos associados à Covid-19.

PUBLICIDADE

Entre as soluções, a startup incorporou à ferramenta um questionário para mapear sintomas da doença antes de o aluno sair de casa. “Só o distanciamento não basta para a proteção de todos nesse retorno. Por isso, as perguntas são atreladas ao check-in no app. Os pais preenchem, e o sistema já informa: ‘com esses sintomas, por favor, não leve a criança para a escola’. Também disponibilizamos para os funcionários do colégio”, explica um dos criadores da Filho Sem Fila, Leo Gmeiner.

O sistema ainda trava o check-in antecipado do aluno, se for o caso de rodízio nas aulas presenciais. Ou seja, mostra que aquele não é o dia de levar o filho à escola, para evitar aglomerações desnecessárias.

Gmeiner acrescenta que essas inovações só foram possíveis porque a startup reagiu à pandemia de forma proativa. “Nós promovemos mais de 20 webinars com as escolas para troca de experiências e aprendizados nessa transição das aulas presenciais para o on-line. Isso permitiu nos aproximar mais dos clientes nesse momento de dificuldades, entender as dores que eles tinham e os ‘incêndios’ que precisavam apagar”, detalha.

Com essa proximidade, a Filho Sem Fila planeja ampliar ainda mais as funções do aplicativo, principalmente em conformidade com as necessidades da retomada das aulas presenciais, quando a maioria das escolas deverá adotar o modelo híbrido (rodízio de alunos em sala para preservar o distanciamento).

Perspectivas – Mesmo com a crise, a empresa espera fechar 2020 com até 400 colégios cadastrados e mais de 200 mil usuários. Atualmente, a plataforma atende 305 instituições de ensino, em 23 estados brasileiros, abrangendo cerca de 60 mil alunos e 90 mil responsáveis. Está presente no Canadá, Paraguai, Uruguai e Estados Unidos. Criada em 2013 e lançada oficialmente em 2014, a Filho Sem Fila permite reduzir em até 75% o tempo de espera na porta da escola ou procurando vagas. Uma economia de cerca de 30 horas por ano.

A solução possibilita que pais de alunos, com seus smartphones iOS e Android, avisem à portaria, com a antecedência necessária, que estão próximos ao colégio. Assim, a equipe da escola tem acesso, pelo próprio app, a fotos e documentos dos responsáveis pela retirada da criança. Confere de quem se trata e agiliza o deslocamento do estudante. Essa organização do fluxo de saída reduz a fila de carros à espera e, consequentemente, o trânsito nesse horário. No ano passado, o transporte escolar também passou a ser monitorado pela plataforma.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!