Publicidade
21/05/2018
Login
Entrar

Negócios

30/11/2017

Laboratório aberto Senai-MG

Espaço é dedicado à inovação e empreendedorismo para a sociedade
Fiemg
Email
A-   A+
Impressora 3D é um dos destaques do Laboratório Aberto/Alessandro Carvalho
O Centro de Inovação e Tecnologia (CIT) abriga o Laboratório Aberto Senai-MG. O espaço voltado para o empreendedorismo e para o desenvolvimento criativo - considerado o melhor da rede Senai em todo o País, desde que foi lançado há dois anos - é um ambiente de aprendizado criado para receber pessoas com diferentes perfis e habilidades. Oferece acesso livre a equipamentos e estimula o trabalho colaborativo para desenvolvimento de produtos, processos e negócios.

O Laboratório Aberto Senai-MG conta com uma equipe que apoia os empreendedores antes e depois de entrarem no mercado. Além de auxílio em maquinário, prototipagem e na construção de um modelo de negócios, o laboratório funciona como um ponto de encontro para outros laboratórios do Senai espalhados por Minas Gerais e pelo Brasil. É nesse ambiente que boas ideias se transformam em produtos ou soluções para a indústria e para a economia mineira.

“O intuito é que a pessoa possa vir aqui, tirar uma ideia do papel e realizar um sonho para satisfazer uma necessidade ou até mesmo concretizar um negócio,” garante a gerente de empreendedorismo tecnológico do Sistema Fiemg e responsável pelo Laboratório Aberto, Mariana Yazbeck.

Casa Aberta - O Centro de Inovação e Tecnologia (CIT) é sede também de importantes agentes da economia e indústria do País, como a Embraer. O espaço acolhe, desde 2014, o Centro de Engenharia da fabricante de aeronaves brasileira. A empresa, terceira maior fabricante de aviões comerciais do mundo, possui números impressionantes. O local, único no Brasil fora da sede da empresa, em São José dos Campos, no estado de São Paulo, possui 1.550 m² e abriga 200 profissionais entre engenheiros, técnicos e pessoal administrativo. No momento, quatro aviões estão em desenvolvimento em solo mineiro e a cada 10 segundos um avião Embraer decola em algum aeroporto do planeta.

O diretor-geral do escritório de Minas Gerais da empresa, Mário Lott, pontua a satisfação do ambiente colaborativo proporcionado pelo CIT. “A instalação da Embraer em Belo Horizonte proporcionou à empresa participar de todo o ecossistema de inovação em Minas Gerais”.

Outro player internacional sediado no CIT é o Csem Brasil, empresa privada suíço-brasileira de pesquisa aplicada e desenvolvimento, criada em 2006, e especializada em micro e nanotecnologias, engenharia de sistemas, microeletrônica e tecnologias de comunicação. No Centro de Inovação e Tecnologia Senai Fiemg, desenvolve soluções inovadoras em energia fotovoltaica.

A cada capacidade de produção do Csem gira em torno de 400 mil m² de filmes fotovoltaicos por ano. Montante capaz de alimentar 30 mil pequenas residências.

Tiago Maranhão, CEO do Csem Brasil, enfatiza que a energia do futuro já está em funcionamento. “Estamos aproveitando a energia do sol, a energia mais abundante e limpa de todas,” garante. Ele ainda explica que dentre todas as alternativas de aproveitamento da energia solar, a produzida dentro do CIT é a mais “verde”, uma vez que usa materiais orgânicos.

“O material utilizado gera características como transparência, flexibilidade e leveza. O que permite que os painéis fotovoltaicos sejam utilizados nos mais diferentes contextos de nosso cotidiano como em automóveis, residências e lugares públicos,” conclui.

Além dela, a Biominas, referência em consultoria e relacionamento com o ecossistema nacional e internacional de ciências da vida, também ocupa um espaço no CIT.

Lá, estão localizados três agentes importantes de desenvolvimento de novas empresas do setor. O primeiro deles é a Habitat, incubadora voltada ao apoio, criação e desenvolvimento de empresas na área de ciências da vida. Além disso, propicia a essas novas empresas um ambiente de desenvolvimento tecnológico e de negócio, sendo inclusive reconhecida como a melhor fomentadora de novos negócios do País por duas vezes.

Já a GrowBio tem como propósito acelerar a evolução de startups capazes de propor soluções de alto impacto e construir um portfólio de negócios equivalente a R$ 1 bilhão e ideal para startups em estágio de crescimento, que já tenham produtos/serviços, clientes e o modelo de negócio definidos, validados ou próximos da validação.

Por último, o programa de pré-aceleração de startups de ciências da vida, fruto da parceria entre a Biominas, Sebrae Minas e governo do Estado de Minas Gerais - o Biostartup Lab.

Eduardo Emrich, diretor-presidente da Biominas, explica a lógica de funcionamento da instituição. “Aqui perfazemos todo o espectro de negócios do setor de ciências da vida.

Auxiliamos a desenvolver novos negócios desde quem está com uma ideia até aqueles que já estão com projetos consolidados no mercado,” destaca.

Inovação para todos os gostos

Embraer

• 200 profissionais entre engenheiros e técnicos;
• Quatro aviões em desenvolvimento em solo mineiro;
• Um avião Embraer decolando a cada 10 segundos em aeroportos de todo o planeta.

Csem

•  400 mil m² de filmes fotovoltaicos produzidos por ano;
• Montante capaz de gerar energia para 30 mil residências pequenas.

Biominas

• Mais de 480 horas de aceleração de novos negócios;
• 484 startups avaliadas.

Inovação por toda Minas Gerais

O CIT integra o Sistema de Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo (Site) do Sistema Fiemg. Além do Centro de Inovação, o Site lidera, de forma coordenada, outros 14 institutos e laboratórios em cidades do Estado como Belo Horizonte, Contagem, Itaúna, Santa Rita do Sapucaí, Santo Antônio do Monte, Ubá, Uberaba, Uberlândia, Nova Serrana, Ipatinga e Cláudio, auxiliando a indústria a ser mais produtiva, competitiva e inovadora.
Os ambientes dedicados à inovação do Site atendem setores relevantes para Minas Gerais das mais variadas áreas como eletroeletrônica, moda, design, construção civil, fundição, metrologia, metalmecânico, calçadista, moveleiro, além de alimentos e bebidas.




Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

19/05/2018
Projeto da Cidade Médica será retomado
Plano de construir o cluster de saúde no Vetor Norte de Belo Horizonte passou por mundanças para ser viabilizado
19/05/2018
Tratabem passa por expansão e terá 25 unidades na RMBH neste ano
As duas unidades da Tratabem, marca da iGUi Worldwide, especializada no tratamento e assistência técnica de piscinas, que estão sendo inauguradas em Belo Horizonte, são...
19/05/2018
Sorocred aposta no mercado varejista de Minas
Empresa paulista fechou acordo com rede de lojas no Estado
19/05/2018
Empresas de investimento estão repensando a participação no Facebook
Boston - Diversas empresas de investimentos socialmente conscientes estão vendendo ou repensando suas participações no Facebook, insatisfeitas com as medidas adotadas pela...
19/05/2018
Fintechs, um destino sem volta
De uns tempos para cá surgiram as Fintechs (financial technology): empresas geralmente fundadas por jovens, com objetivo de criar novas formas de apresentar produtos e serviços...
› últimas notícias
Minas Gerais cria 23.563 vagas em abril
Two-Flex Aviação transporta cargas entre Varginha e BH
Governo fala que estuda redução de impostos
Caminhoneiros anunciam greve contra preço do diesel
Sigma aporta R$ 230 mi na produção de lítio
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


19 de maio de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.