25/08/2017 - Monetus recebe aporte financeiro da Distrito Ventures

Solução para as pessoas que querem aplicar dinheiro no mercado financeiro com retorno mais eficiente e acessível, a startup Monetus, participante da 4ª rodada do Seed, acaba de receber um aporte financeiro da Distrito Ventures – empresa de Venture Capital. A parceria é a prova de que as fintechs - empresas de base tecnológica que buscam soluções para a democratização do acesso aos melhores retornos – estão desbancando grandes instituições, como bancos de todo o mundo. De acordo com Daniel Calonge, CEO da Monetus, o Brasil possui cerca de 60 milhões de pessoas que investem na poupança e títulos de renda fixa com baixa rentabilidade. Para atender a este público, a startup oferece opções de rentabilidade surpreendentes, com aplicação a partir de R$ 100. A plataforma, além desta baixa aplicação inicial, possui custo de gestão de apenas 0,45% ao ano sobre o patrimônio investido, proporcionando ao usuário montar carteiras de investimentos altamente rentáveis. De forma simples, rápida e segura, é possível alocar o investimento personalizado para atender à necessidade de cada cliente de acordo com seu perfil. A Monetus está no mercado para quebrar os paradigmas de que investir é algo extremamente complicado e só pode ser feito por especialistas no assunto. “A plataforma é a solução para pessoas que querem alcançar objetivos como aposentadoria confortável, reserva para imprevistos ou até mesmo chegar ao primeiro milhão, sem a necessidade de serem especialistas em investimentos”, garante Daniel. Para o CEO, o investimento da Distrito Ventures reflete positivamente na construção do mercado financeiro brasileiro, uma vez que vai acelerar o desenvolvimento da plataforma. Ele explica que, por motivo contratual, não pode revelar o valor do aporte. “Mas o grupo tem o Banco Neon em seu portfólio”, afirma o empreendedor, exemplificando a importância da parceria. De acordo com Daniel Calonge, o Seed teve significativa importância para a concretização deste investimento. “Esta negociação já acontecia há alguns meses. Com a visibilidade que o Seed nos proporcionou neste ano, conseguimos outras três propostas, que acabaram acelerando a negociação com a Distrito Ventures”, conta. Seed - Coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes), em parceria com a Fapemig, o Seed faz parte do programa Minas Digital - uma série de iniciativas governamentais, parcerias e rede de networking que buscam impulsionar o desenvolvimento de negócios inovadores e fortalecer a cultura empreendedora no Estado e visa transformar Minas no maior polo de empreendedorismo e inovação da América Latina.